„Não posso fingir saber sobre esses problemas abstrusos. O mistério do começo de todas as coisas é insolúvel por nós; e eu, pessoalmente, contento-me em permanecer um agnóstico.“

The Life and Letters of Charles Darwin, volume I, capítulo VIII: "Religião", página 313 http://darwin-online.org.uk/content/frameset?pageseq=331&itemID=F1452.1&viewtype=image

Obtido da Wikiquote. Última atualização 22 de Maio de 2020. História
Charles Darwin photo
Charles Darwin31
naturalista inglês 1809 - 1882

Citações relacionadas

Federico García Lorca photo

„Todas as coisas têm o seu mistério, e a poesia é o mistério de todas as coisas.“

—  Federico García Lorca poeta e dramaturgo espanhol 1898 - 1936

José Ângelo Cardoso, in: O outro lado da poesia e conto.

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Pablo Picasso photo
Alec Douglas-Home photo

„Há dois tipos de problemas na minha vida. Os problemas políticos são insolúveis, e os problemas econômicos são incompreensíveis.“

—  Alec Douglas-Home Primeiro-ministro do Reino Unido 1903 - 1995

There are two problems in my life. The political ones are insoluble and the economic ones are incomprehensible.
Alec Douglas-Home, in: New York Times, 9 de janeiro de 1964, conforme citado em "Political quotations: a worldwide dictionary of thoughts and pronouncements from politicians, literary figures, humorists, and others" - Página 47, de Michael C. Thomsett, Jean F. Thomsett - McFarland, 1994, ISBN 0899509517, 9780899509518 - 344 páginas

„Todas as crianças são artistas. O problema é como permanecer um artista quando você crescer.“

—  Picasso

Variante: Toda criança é artista. O problema é como permanecer artista depois de crescer.

Fernando Pessoa photo
Serginho Groisman photo
Cícero photo
Aristoteles photo
Fernando Pessoa photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Frank Herbert photo
Nicholas Sparks photo
Vergílio Ferreira photo
Lou Andreas-Salomé photo

„É terrível dizer, mas, no fundo, o amante não está querendo saber "quem é" em realidade seu parceiro. Estouvado em seu egoísmo, ele se contenta de saber que o outro lhe faz um bem incompreensível… Os amantes permanecem um para o outro, em última análise, um mistério.“

—  Lou Andreas-Salomé 1861 - 1937

citado em "Os Sentidos da paixão" - Página 371 http://books.google.com.br/books?id=ikbmcjpeuNQC&pg=PA371, Sérgio Cardoso - Editora Companhia das Letras, 1995, ISBN 858509544X, 9788585095444 - 508 páginas
Atribuídas

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
John Steinbeck photo
Platão photo
Lucio Anneo Seneca photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Anaïs Nin photo

Tópicos relacionados