„“(…) tinha suspirado, tinha beijado o papel devotamente! Era a primeira vez que lhe escreviam aquelas sentimentalidades, e o seu orgulho dilatava-se ao calor amoroso que saía delas, como um corpo ressequido que se estira num banho tépido; sentia um acréscimo de estima por si mesma, E parecia-lhe que entrava enfim numa existência superiormente interessante, onde cada hora tinha o seu encanto diferente, cada passo conduzia a um êxtase, e a alma se cobria de um luxo radioso de sensações!“

—  Eça de Queiroz, Primo Basílio, Capítulo VI (ver no Wikisource)

Citações relacionadas

Rafael Brito photo

„Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.“

—  Pedro Bial Apresentador de TV, jornalista, escritor, cineasta e poeta brasileiro 1958

João Morgado photo
Antoine de Saint-Exupéry photo

„Cada um que passa em nossa vida, passa sozinho, mas não vai só, nem nos deixa sós; leva um pouco de nós mesmos, deixa um pouco de si mesmo.“

—  Antoine de Saint-Exupéry 1900 - 1944
citado em "Psicopedagogia - um modelo fenomenologico" - Página 179 http://books.google.com.br/books?id=M3oFtZ7VxyQC&pg=PA179, Roseli Bacili Laurenti - Vetor Editora, 2004, ISBN 8575850652, 9788575850657 - 202 páginas

Émile-Auguste Chartier photo
Rachel de Queiroz photo

„Cada coisa tem sua hora e cada hora o seu cuidado“

—  Rachel de Queiroz escritora e jornalista brasileira 1910 - 2003
"Formosa Lindomar" in: "Rachel de Queiroz" - Página 142 Publicado por Agir Editora, ISBN 8522006431, 9788522006434, 167 páginas

Marcel Jouhandeau photo
Carlos Ruiz Zafón photo
Paulo Coelho photo
Friedrich Nietzsche photo
Carlos Drummond de Andrade photo

„E cada instante é diferente, e cada homem é diferente, e somos todos iguais“

—  Carlos Drummond de Andrade Poeta brasileiro 1902 - 1987
"Poesia até agora‎" - Página 224, de Carlos Drummond de Andrade - Publicado por J. Olympio, 1948 - 257 páginas

Eric Hoffer photo
Carlos Drummond de Andrade photo
Yamamoto Tsunetomo photo
Carlos Ruiz Zafón photo
Henry Wadsworth Longfellow photo

„Faz-me bem ser um pouco ressequido pelo calor e encharcado pela chuva de vida“

—  Henry Wadsworth Longfellow, livro Hyperion
It has done me good to be somewhat parched by the heat and drenched by the rain of life Hyperion: A Romance‎ - Página 182 http://books.google.com/books?id=lmkRAAAAYAAJ&pg=PA182, de Henry Wadsworth Longfellow - Publicado por Ticknor and Fields, 1859 - 382 páginas

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“

x