„Já sabe que me permito dizer tudo e, às vezes, faço perguntas muito francas. Repito sou seu escravo e não se tem vergonha de um escravo: o escravo não pode ofender a ninguém.“

Notas do Subterrâneo ou Memórias do subsolo, O Jogador

Obtido da Wikiquote. Última atualização 21 de Maio de 2020. História
Fiódor Dostoiévski photo
Fiódor Dostoiévski112
escritor russo 1821 - 1881

Citações relacionadas

Eurípedes photo

„Escravo é aquele que não pode dizer o que pensa.“

—  Eurípedes, As Fenícias

The Phoenician Women (c.411-409 a.C.)

Renato Russo photo
John Ruskin photo
Juan Luis Vives photo

„Enquanto está na garrafa, o vinho é meu escravo; fora da garrafa, sou escravo dele.“

—  Juan Luis Vives 1492 - 1540

citado em "Vinhos‎" - Página 204, de Sérgio de Paula Santos - T.A. Queiroz, Editor, 1982 - 260 páginas

Johann Wolfgang von Goethe photo

„Ninguém é mais escravo do que aquele que se considera livre sem o ser.“

—  Johann Wolfgang von Goethe, livro As Afinidades Eletivas

Niemand ist mehr Sklave als der sich für frei hält ohne es zu seyn.
Werke: Die Wahlverwandtschaften, Volume 14‎ - Página 259 http://books.google.com.br/books?id=cIw6AAAAcAAJ&pg=PA259, Johann Wolfgang von Goethe - Cotta, 1817 - 414 páginas

Frederick Douglas photo

„Você viram como um homem foi feito escravo; vocês verão como um escravo se fez um homem.“

—  Frederick Douglas Ativista dos direitos humanos estadunidense 1818 - 1895

Idem. Narrativa de como saiu da escravidão para se tornar homem livre.
Original: You have seen how a man was made a slave; you shall see how a slave was made a man.

Steven Adler photo
Aurélio Agostinho photo

„O homem bom, embora um escravo, é livre, o ímpio, ele reina, mas é um escravo …“

—  Aurélio Agostinho bispo, teólogo e filósofo cristão 354 - 430

Atribuídas

„Meu escravo…venha cá!“

—  José Castelo Branco 1962

Referindo-se a Alexandre Frota

Castro Alves photo
Pitágoras photo
Carlos Malheiro Dias photo
Denis Diderot photo

„Ter escravos não é nada, mas o que se torna intolerável é ter escravos chamando-lhes cidadãos.“

—  Denis Diderot 1713 - 1784

Avoir des esclaves n'est rien, ce qui est intolérable c'est d'avoir des esclaves et de les appeler citoyens.
citado em "Chronique française du XXe siècle", Volume 10‎ - Página 167, Paul Vialar - Del Duca, 1955

Lucio Anneo Seneca photo
Castro Alves photo

„Cai, orvalho de sangue do escravo“

—  Castro Alves Poeta Brasileiro 1847 - 1871

Geddel Vieira Lima photo

„Sou contemporâneo do futuro, e não escravo do passado.“

—  Geddel Vieira Lima Político brasileiro 1959

Ao Blog Pombal Notícias, em dezembro de 2008.

Tópicos relacionados