„É um poema triste, e portanto um poema verdadeiro. Wyrd bið ful ãræd, diz ele. O destino é inexorável. E wyn eal gedreas. Toda alegria morreu.“

The Burning Land

Última atualização 22 de Maio de 2020. História

Citações relacionadas

Bernard Cornwell photo
Bernard Cornwell photo
Bernard Cornwell photo

„O destino é inexorável“

—  Bernard Cornwell 1944

fate is inexorable.
Excalibur: a novel of Arthur‎ - Página 448, de Bernard Cornwell - publicado por Penguin, 1998, ISBN 0140232877, 9780140232875 - 496 páginas
Enemy of God: A Novel of Arthur‎, de Bernard Cornwell - Página 184, publicado por St. Martin's Press, 1998, ISBN 0312187149, 9780312187149 - 416 páginas

Mário Quintana photo
Mário Quintana photo
Mário Quintana photo
Vergílio Ferreira photo
Mário Quintana photo

„O poema é uma pedra no abismo.“

—  Mário Quintana Escritor brasileiro 1906 - 1994

Horacio photo
Mário Quintana photo

„Todo poema é uma aproximação“

—  Mário Quintana Escritor brasileiro 1906 - 1994

Mário Quintana photo
Mário Quintana photo
Honoré De Balzac photo

„O amor é um poema estritamente pessoal.“

—  Honoré De Balzac Escritor francês 1799 - 1850

Variante: O amor é um poema essencialmente pessoal.

Mário Quintana photo
Alphonse De Lamartine photo

„Há grandeza mais verdadeira numa boa ação do que num bom poema ou numa grande vitória.“

—  Alphonse De Lamartine político francês 1790 - 1869

Variante: Há grandeza mais verdadeira numa boa acção do que num bom poema ou numa grande vitória.

Clarice Lispector photo

„Eu sou um poema inacabado…“

—  Clarice Lispector Escritora ucraniano-brasileira 1920 - 1977

Carlos Drummond de Andrade photo
Oscar Wilde photo

„Não falemos de poemas morais ou imorais; os poemas são bem escritos, ou mal escritos. E só.“

—  Oscar Wilde Escritor, poeta e dramaturgo britânico de origem irlandesa 1854 - 1900

Indeed, one should never talk of a moral or an immoral poem —poems are either well written or badly written, that is all.
Miscellanies - Página 267, Oscar Wilde - Methuen, 1908

Edgar Allan Poe photo

„E nenhum poema será tão grande, tão nobre, tão verdadeiramente digno do nome de poesia quanto aquele que foi escrito tão só e apenas pelo prazer de escrever um poema.“

—  Edgar Allan Poe Escritor, poeta e crítico americano 1809 - 1849

no poem will be so great, so noble, so truly worthy of the name of a poem, as that which has been written solely for the pleasure of writing a poem.
citado em "Current opinion": Volume 54, Current Literature Pub. Co., 1913
Atribuídos

Tópicos relacionados