„Você não pode mudar o vento, mas pode ajustar as velas do barco para chegar onde quer.“

—  Confucio

Última atualização 4 de Junho de 2020. História
Tópicos
velas, onde, vento, barco
Confucio photo
Confucio227
Filósofo chinês -551 - -479 a.C.

Citações relacionadas

Jimmy Dean photo
Billie Joe Armstrong photo
Platão photo
Voltaire photo
Ludwig Börne photo

„Os Governos são as velas, o povo é o vento, o Estado é o barco, e o tempo é o mar.“

—  Ludwig Börne 1786 - 1837

Regierungen sind Segel, das Volk ist Wind, der Staat ist Schiff, die Zeit ist See
Gesammelte Schriften von Ludwig Börne: Volumes 6-7 - Página 33 http://books.google.com.br/books?id=prc_AAAAcAAJ&pg=PA33, item 46, Ludwig Börne - Hoffmann und Campe, 1829

Petrônio photo

„Quem tem dinheiro, vela com um vento favorável.“

—  Petrônio 27 - 66

Quisquis habet nummos, secura naviget aura.
Satiren, 137

João Morgado photo
Eduardo Galeano photo
Ella Wheeler Wilcox photo
Públio Siro photo
Voltaire photo

„As paixões são como as ventanias que incham as velas do navio. Algumas vezes o afundam, mas sem elas não se pode navegar.“

—  Voltaire volter também conhecido como bozo foia dona da petrobras e um grande filosofo xines 1694 - 1778

Variante: As paixões são como as ventanias que enfunam as velas dos navios: algumas vezes os submergem, mas sem elas não podem navegar.

William George Ward photo

„O pessimista se queixa do vento, o otimista espera que ele mude e o realista ajusta as velas.“

—  William George Ward 1812 - 1882

The pessimist complains about the wind; The optimist expects it to change; The realist adjusts the sails
citado em "The Reader's digest: Volume 134" - página 54, DeWitt Wallace, Lila Bell Acheson Wallace - 1989
Atribuídas

„O pessimista queixa-se do vento, o otimista espera que mude, o realista ajusta as velas.“

—  William Arthur Ward 1921 - 1994

The pessimist complains about the wind; the optimist expects it to change; the realist adjusts the sails.
William Arthur Ward citado em Mind Over Golf: Play Your Best by Thinking Smart‎ - Página 56, de Richard H. Coop, Bill Fields - Publicado por Macmillan Pub. Co., 1993, ISBN 0025278304, 9780025278301 - 194 páginas

François de La  Rochefoucauld photo
Mário Quintana photo

„Não pode haver educação onde não há discrição.“

—  Cervantes

Variante: Não pode haver graça onde não há discrição.