„O ideograma chinês não tenta ser a imagem de um som ou um signo escrito que relembre um som, mas é ainda o desenho de uma coisa.“

—  Ezra Pound

Última atualização 18 de Janeiro de 2019. História

Citações relacionadas

Leonid R. Bózio photo
Nélson Rodrigues photo

„O pior da bofetada é o som.“

—  Nélson Rodrigues escritor e dramaturgo brasileiro 1912 - 1980

José Saramago photo

„Dirão, em som, as coisas que, calados, no silêncio dos olhos confessamos.“

—  José Saramago escritor português 1922 - 2010

Variante: Dirão, eu sou as coisas que caladas no silêncio dos olhos confessamos

David Levithan photo
Xenofonte photo

„O som mais doce de todos é o elogio.“

—  Xenofonte, livro Hiero

Hiero, ch. 3, trans. Richard Graves (The Whole Works of Xenophon (1832) p. 626).

Júlio Dinis photo
Gabriel, O Pensador photo

„Não gosto do Eminem, mas gosto do seu som.“

—  Gabriel, O Pensador Rapper brasileiro 1974

em entrevista ao Terra http://www.terra.com.br/musica/2003/02/21/000.htm.

Jânio Quadros photo

„Mentira! O som não se propaga no vácuo!“

—  Jânio Quadros político brasileiro, 22° presidente do Brasil 1917 - 1992

Anaïs Nin photo
Layne Staley photo
Tim Maia photo

„Ae Carlinhos escuta ae; isso que é som, vê se aprende fazer um refrão! Agora escuta o som do amor que estou fazendo com as gatinhas“

—  Tim Maia Cantor Brasileiro 1942 - 1998

flat-flat-flat
Trecho da biografia de Erasmo Carlos, em ligaçao no meio da madrugada de Tim para Erasmo.
Atribuídas

Charlie Chaplin photo

„O som aniquila a grande beleza do silêncio.“

—  Charlie Chaplin Comediante, ator e cineasta britânico 1889 - 1977

Paul Valéry photo
Alfred Hitchcock photo

„O diálogo deve ser simplesmente um som, entre outros sons, apenas algo que sai da boca de pessoas cujos olhos contam a história em termos visuais.“

—  Alfred Hitchcock Diretor e produtor de cinema do Reino Unido 1899 - 1980

Dialogue should simply be a sound among other sounds, just something that comes out of the mouths of people whose eyes tell the story in visual terms.
citado em "The Commonweal: Volume 87;Volume 87", 1967
Atribuídas

Victor Segalen photo

„Vida é o som do não, do sim, da pata do poeta: acrobata.“

—  Olga Savary 1933

"Poesia do Grão-Pará" - página 308, Olga Savary - Graphia Editorial, 2001, ISBN 8585277378, 9788585277376 - 521 páginas