„A literatura é uma defesa contra as ofensas da vida.“

Última atualização 31 de Maio de 2022. História

Citações relacionadas

Primo Levi photo

„O objetivo da vida é criar melhor defesa contra a morte.“

—  Primo Levi 1919 - 1987

citado em "Campus Experience, The: Marketing para Instituições de Ensino"‎ - Página 130, de Rafael Villas Boas - Publicado por Grupo Editorial Summus, 2008, ISBN 8532304702, 9788532304704 - 408 páginas

Vergílio Ferreira photo
Mateo Alemán photo

„O melhor remédio contra as ofensas é desprezá-las.“

—  Mateo Alemán, livro Guzmán de Alfarache

Fonte: Guzmán de Alfarache

Pablo Picasso photo
Cesare Pavese photo
Juan Luis Vives photo

„Responder à ofensa com ofensa é lavar a lama com lama.“

—  Juan Luis Vives 1492 - 1540

Fonte: Revista Caras http://www.caras.com.br, Edição 677

Thomas Carlyle photo
Leonardo Da Vinci photo

„A paciência faz contra as ofensas o mesmo que as roupas fazem contra o frio; pois, se vestires mais roupas conforme o inverno aumenta, tal frio não te poderá afetar. De modo semelhante, a paciência deve crescer em relação às grandes ofensas; tais injúrias não poderão afetar a tua mente.“

—  Leonardo Da Vinci pintor renascentista 1452 - 1519

Variante: A paciência faz contra as ofensas o mesmo que as roupas fazem contra o frio; pois, se vestires mais roupas conforme o inverno aumenta, tal frio não te poderá afectar. De modo semelhante, a paciência deve crescer em relação às grandes ofensas; tais injúrias não poderão afectar a tua mente.

Marco Aurelio photo
Fernando Pessoa photo

„Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida“

—  Fernando Pessoa, livro Livro do Desassossego

Variante: A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.
Fonte: The Book of Disquiet

Raymond Carver photo
Lucio Anneo Seneca photo
Lucio Anneo Seneca photo
Gustave Flaubert photo
António Lobo Antunes photo
Martinho Lutero photo

„Deus é um castelo de defesa.“

—  Martinho Lutero teólogo e professor 1483 - 1546

Roland Barthes photo

„A ciência é grosseira, a vida é sutil, e é para corrigir essa distância que a literatura nos importa.“

—  Roland Barthes 1915 - 1980

La science est grossière, la vie est subtile, et c'est pour corriger cette distance que la littérature nous importe
Leçon‎ - Página 18, Roland Barthes - Seuil, 1978, ISBN 202005003X, 9782020050036 - 45 páginas

Tópicos relacionados