„A constância nas nossas opiniões seria geralmente embaraço e oposição ao progresso e melhoramento da nossa inteligência.“

Última atualização 18 de Janeiro de 2019. História

Citações relacionadas

Doris Lessing photo
Diana Gabaldon photo
Gertrude Stein photo
Marquês de Maricá photo
Jack Kerouac photo
Padre Antônio Vieira photo
Honoré De Balzac photo

„A constância é o fundo da virtude.“

—  Honoré De Balzac Escritor francês 1799 - 1850

"A constância é a virtude que lhe é mais necessária."
La constance est la vertu qui lui est le plus nécessaire.
Oeuvres illustrées de Balzac‎ - v.7-8 Página 31, de Honoré de Balzac - Publicado por Maresoq et compagnie, 1851

„O silêncio não é a encenação. É o embaraço.“

—  Victor Cunha Rego jornalista português 1933 - 2000

referindo-se ao governo de Cavaco Silva em seu livro "Os Dias de Amanhã", Contexto Editora, Lisboa, 1999.

Vergílio Ferreira photo
Edward Snowden photo
Jean de La Bruyere photo

„Percebemos que o amor começa ou acaba por nosso embaraço ao ficarmos a sós.“

—  Jean de La Bruyere, livro Les Caractères ou les Mœurs de ce siècle

Le commencement et le déclin de l'amour se font sentir par l'embarras où l'on est de se trouver seuls.
Les Caractères, ou les mœurs de ce siècle, La Bruyère, éd. Estienne Michallet, 1696, Du cœur, p. 39 (veja wikisource, item 33 (IV))

Marquês de Maricá photo

„O que se qualifica em alguns homens como firmeza de carácter não é ordinariamente senão emperramento de opinião, incapacidade de progresso, ou imutabilidade da ignorância.“

—  Marquês de Maricá 1773 - 1848

Variante: O que se qualifica em alguns homens como firmeza de caráter não é ordinariamente senão emperramento de opinião, incapacidade de progresso, ou imutabilidade da ignorância.

Giacomo Leopardi photo
Friedrich Nietzsche photo
Woody Allen photo

„Para vocês eu sou ateu. Para Deus, uma fiel oposição.“

—  Woody Allen cineasta, roteirista, escritor, ator e músico norte-americano 1935

To you I'm an atheist; to God, I'm the Loyal Opposition.
Woody Allen no filme "Stardust Memories" (1980).