„Arrependimento é um intervalo entre dois pecados.“

Última atualização 18 de Janeiro de 2019. História

Citações relacionadas

Padre Antônio Vieira photo
Paulo Coelho photo

„o maior pecado de todos: o Arrependimento.“

—  Paulo Coelho, livro O Diário de um Mago

O diário de um mago - página 141, Paulo Coelho - Rocco, 1993, ISBN 853250034X, 9788532500342 - 246 páginas
Por obra, O Diário de um Mago

Dante Alighieri photo

„A contradição não consente
o arrependimento e o pecado ao mesmo tempo.“

—  Dante Alighieri italiano autor da epopéia, A divina comédia, considerado um entre os maiores poetas de todos os tempos; sua obra teve g… 1265 - 1321

Charles Spurgeon photo
Honoré De Balzac photo

„O remorso é uma impotência. Ele voltará a cometer o mesmo pecado. Apenas o arrependimento é uma força que põe termo a tudo.“

—  Honoré De Balzac, livro Séraphîta

Le Remords est une impuissance, il recommencera sa faute. Le Repentir seul est une force, il termine tout.
Fontes:
Séraphita. - Página 8; de Honoré de Balzac - Publicado por H. souverain, 1840 http://books.google.com.br/books?id=rHVJAAAAMAAJ&pg=PA8&lpg=PA8&dq=Balzac+Le+remords+est+une+impuissance.&source=web&ots=tgIdV2zXJL&sig=OsE1ppSp0L7Cc9f5dtdXbq6RE5o&hl=pt-BR&sa=X&oi=book_result&resnum=10&ct=result
"La comédie humaine" - Página 351; de Honoré de Balzac, Pierre Citron - Publicado por Éditions du Seuil, 1965

Carlos Paredes photo
Tati Bernardi photo
Vinícius de Moraes photo

„O sofrimento é o intervalo entre duas felicidades.“

—  Vinícius de Moraes cantor, poeta, compositor e diplomata brasileiro 1913 - 1980

Anne Sophie Soymonof photo
Heinrich Von Kleist photo
José Saramago photo
André Dahmer photo
Machado de Assis photo

„O maior pecado, depois do pecado, é a publicação do pecado.“

—  Machado de Assis, livro Quincas Borba

"Quincas Borba" (1891), capítulo XXXII; veja (wikisource)
Romances, Quincas Borba

Ninon De Lenclos photo

„O amor é a comédia na qual os actos são mais curtos e os intervalos mais compridos. Como, portanto, ocupar o tempo dos intervalos senão com a fantasia?“

—  Ninon De Lenclos 1620 - 1705

Variante: O amor é a comédia na qual os atos são mais curtos e os intervalos mais compridos. Como, portanto, ocupar o tempo dos intervalos senão com a fantasia?

Friedrich Schiller photo
Marquês de Maricá photo
John Dryden photo

Tópicos relacionados