„Não existe meio mais certo e eficaz para exercer influência directa sobre o próximo do que o bom exemplo, a força e o prestígio de uma personalidade modelar.“

Última atualização 18 de Janeiro de 2019. História

Citações relacionadas

Lucio Anneo Seneca photo
Jules Renard photo
Samuel Johnson photo

„O exemplo é mais eficaz que os preceitos.“

—  Samuel Johnson, livro The History of Rasselas, Prince of Abissinia

Example is always more efficacious than precept
The prince of Abissinia: A tale. In two volumes: Volume 2 - Página 36 http://books.google.com.br/books?id=oiUJAAAAQAAJ&pg=PA36, Samuel Johnson - Printed for R. and J. Dodsley, ... and W. Johnston, 1759 - 165 páginas

Públio Siro photo
John Locke photo

„A influência do exemplo é penetrantíssima na alma.“

—  John Locke Filósofo e médico inglês. pai do liberalismo clássico. 1632 - 1704

„O meio nos influencia, mas somos os responsáveis por nossos atos.“

—  Johnny De' Carli

reiki universal, Johnny de' Carli, citações, atos

Oscar Wilde photo

„Influência boa não existe.“

—  Oscar Wilde Escritor, poeta e dramaturgo britânico de origem irlandesa 1854 - 1900

„Somos totalmente responsáveis pela qualidade da nossa vida e pelo efeito exercido sobre os outros, construtivo ou destrutivo, quer pelo exemplo quer pela influência direta.“

—  Alfred Montapert

Variante: Somos totalmente responsáveis pela qualidade da nossa vida e pelo efeito exercido sobre os outros, construtivo ou destrutivo, quer pelo exemplo quer pela influência directa.

Franz Kafka photo

„Um dos meios mais eficazes de sedução do Mal é o convite à luta.“

—  Franz Kafka Escritor austro-húngaro-tchecoslovaco 1883 - 1924

Antologia de Páginas Íntimas

Ambrose Bierce photo
Charles de Gaulle photo

„A autoridade não se consegue sem prestígio, nem o prestígio sem distanciamento.“

—  Charles de Gaulle 18° presidente da República Francesa, Líder da França Livre e Co-principe de Andorra 1890 - 1970

„Certamente, existe uma clivagem entre o sujeito e o organismo ao qual está unido, não por meio da alma, mas graças à materialidade da linguagem. A palavra está de uma certa maneira ‘’clivada no corpo’’ e o organismo conserva a sua memória, por exemplo sob a forma do sintoma.“

—  Gérard Pommier 1941

"Certes, il existe un clivage entre le sujet et l’organisme auquel il s’appareille, non par le biais de l’âme, mais grâce à la matérialité du langage. La parole est en quelque sorte ‘’clivée au corps’’ et l’organisme en garde la mémoire, par exemple sous la forme du symptôme."
Fonte:«Comment les neurosciences démontrent la psychanalyse », Éditeur Flammarion, 2004, page 11, ISBN 2-08-210369-2

Pedro II do Brasil photo
Yukio Mishima photo