„O que me atormenta é q tudo é 'por enquanto', nada é ' sempre'.“

Variante: O que me atormenta é o fato de tudo ser 'por enquanto', e nada 'para sempre'.

Tópicos
enquanto, nada, sempre
Clarice Lispector photo
Clarice Lispector1132
Escritora ucraniano-brasileira 1920 - 1977

Citações relacionadas

Clarice Lispector photo
Justin Timberlake photo

„Quando me olho no espelho não vejo nada de especial" revista Q“

—  Justin Timberlake Cantor, compositor, ator, produtor musical e dançarino norte-americano 1981

Tim Maia photo

„Tudo é tudo e nada é nada.“

—  Tim Maia Cantor Brasileiro 1942 - 1998

Liam Gallagher photo

„Esse é para o Robbie, como sempre. A letra 'Q' combina bem com ele. Ele merece por ser um 'queer'(gay em inglês).“

—  Liam Gallagher 1972

entrega do prêmio de música da revista Q em Londres, quando Gallagher recebeu o prêmio de Melhor Performance ao Vivo e ofereceu-a a Robbie Williams.
Atribuídas

Baltasar Gracián photo
Orival Pessini photo
Fernando Pessoa photo

„O mito é o nada que é tudo.“

—  Fernando Pessoa, livro Mensagem

Poema "Ulisses", verso 1
Mensagem

Simone de Beauvoir photo

„O escritor original, enquanto não está morto, é sempre escandaloso.“

—  Simone de Beauvoir Escritora francesa 1908 - 1986

Variante: O escritor original, enquanto não morre é sempre escandaloso.

Fernando Pessoa photo
Lao Tsé photo
Melisso de Samos photo
Clarice Lispector photo

„Não se conta tudo porque o tudo é um oco nada.“

—  Clarice Lispector Escritora ucraniano-brasileira 1920 - 1977

Margaret Drabble photo

„Quando nada é certo, tudo é possível.“

—  Margaret Drabble, livro The Middle Ground

When nothing is sure, everything is possible.
"The Middle Ground: a novel"; Por Margaret Drabble; Publicado por Knopf, 1980; ISBN 0394512243, 9780394512242; 277 páginas

Cazuza photo
Stendhal photo

„No Brasil nada nos é estranho, porque tudo o é.“

—  Paulo Emílio Salles Gomes 1916 - 1977

ensaio Uma Trajetória no Subdesenvolvimento, como citado http://www.cultura.gov.br/site/2005/07/18/o-pos-modernismo-brasileiro-e-o-ministro-gil/ em O pós-modernismo brasileiro e o ministro Gil, publicado no O Estado de São Paulo, Luiz Zanin Oricchio, 17/07/2005

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“