„(…) O homem é inferior ao desejo, porque é do desejo que nasce o homem.“

O Bizantino (romance - 1984)

Última atualização 21 de Maio de 2020. História

Citações relacionadas

Germaine de Staël photo
Maomé photo

„O homem é impaciente nos seus desejos“

—  Maomé líder político árabe e fundador do Islão 570 - 632

Spinoza photo
Milan Kundera photo
Anatole France photo
Robert Browning photo

„O que enobrece o homem não é o seu acto mas o seu desejo.“

—  Robert Browning 1812 - 1889

Variante: O que enobrece o homem não é o seu ato mas o seu desejo.

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Ayn Rand photo
Leonardo Da Vinci photo
Pitágoras photo

„O homem é mortal por seus temores e imortal por seus desejos.“

—  Pitágoras -585 - -495 a.C.

Pitágoras citado em O universo psicológico do futuro médico: vocação, vicissitudes e perspectivas - Página 27 http://books.google.com.br/books?id=MADlmaazIcYC&pg=PA27, Luiz Roberto Millan - Casa do Psicólogo, 1999, ISBN 8573960434, 9788573960433 - 282 páginas
Atribuídas

Spinoza photo
Ramón Gómez De La Serna photo
Platão photo

„A pobreza não nasce da diminuição dos haveres, mas da multiplicação dos desejos.“

—  Platão filósofo grego -427 - -347 a.C.

Variante: A pobreza não vem da diminuição das riquezas, mas da multiplicação dos desejos

Jonathan Swift photo

„No homem, o desejo gera o amor; na mulher o amor gera o desejo.“

—  Jonathan Swift Escritor anglo-irlandês conhecido pela sua obra "As Viagens de Gulliver" 1667 - 1745

in men, desire begets love, and in women, love begets desire.
citando Fitzharding, em carta de 28 de outubro de 1712 in "The works of Jonathan Swift: containing additional letters, tracts, and poems not hitherto published; with notes, and a life of the author"‎ - Volume 3, Página 61 http://books.google.com.br/books?id=Oo0vAAAAYAAJ&pg=PA61, Jonathan Swift, Sir Walter Scott - Printed for Archibald Constable and co., 1824

„Pássaro e lesma, o homem oscila entre o desejo de voar e o desejo de arrastar“

—  Gustavo Corção 1896 - 1978

citado em "Novíssima gramática da língua portuguẽsa", página 34, Por Domingos Paschoal Cegalla, Publicado por Ed. Nacional, 1968, 393 páginas

Spinoza photo

Tópicos relacionados