Frases de Marcus Garvey

Marcus Garvey photo
8   44

Marcus Garvey

Data de nascimento: 17. Agosto 1887
Data de falecimento: 10. Junho 1940

Marcus Mosiah Garvey ONHJ foi um comunicador, Filósofo, empresário e ativista jamaicano.

É considerado um dos maiores ativistas da história do movimento nacionalista negro. Garvey liderou o movimento mais amplo de descendentes africanos até então; é lembrado por alguns como o principal idealista do movimento de "volta para a África", de profunda inspiração para que os negros tivessem a "redenção" da África, e que as potências coloniais europeias desestabelecessem as suas colônias do continente. Em suas próprias palavras, "Eu não tenho nenhum desejo de levar todas as pessoas negras de volta para a África, há negros que não são bons elementos aqui e provavelmente não o serão lá."

Apesar de ter sido criado como metodista, Marcus Garvey se declarava católico.

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?

„Quando a guerra começou na Abissínia, todos os nacionalistas negros olhavam com esperança para Haile Selassie. Eles falavam por ele, oravam por ele, cantavam para ele, faziam tudo para erguer as mãos, como Arão fez por Moisés; mas enquanto os povos negros do mundo estavam orando pelo sucesso da Abissínia, este pequeno imperador estava minando o tecido do seu próprio reino jogando o tolo com homens brancos, fazendo-os aconselhá-lo, dizendo-lhes o que fazer, como se render, como cancelar os impulsos bem-sucedidos de sua [raça] contra os invasores italianos. Sim, eles estavam dizendo a ele como preparar seu vôo e, como uma criança imbecil, ele seguiu todos os conselhos e finalmente fugiu de seu país para a Inglaterra, deixando seu povo massacrado pelos italianos e deixando o sério mundo branco para rir. em cada negro e repita a carga e a armadilha - "ele é incompetente", "nós avisamos". De fato, Haile Selassie provou a incompetência do negro para a autoridade política, mas graças a Deus há negros que percebem que Haile Selassie não representava as qualidades mais verdadeiras da raça negra. Como ele poderia, quando ele queria brincar de branco? Como ele poderia, quando se cercou de influência branca? Como poderia ele, quando em um mundo moderno e numa civilização progressista, preferir um Estado negro de negros do que um país democrático livre, onde os cidadãos negros poderiam ter as mesmas oportunidades que os cidadãos brancos em suas democracias?“

—  Marcus Garvey

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?

„When the war started in Abyssinia all Negro nationalists looked with hope to Haile Selassie. They spoke for him, they prayed for him, they sung for him, they did everything to hold up his hands, as Aaron did for Moses; but whilst the Negro peoples of the world were praying for the success of Abyssinia this little Emperor was undermining the fabric of his own kingdom by playing the fool with white men, having them advising him[, ] having them telling him what to do, how to surrender, how to call off the successful thrusts of his [Race] against the Italian invaders. Yes, they were telling him how to prepare his flight, and like an imbecilic child he followed every advice and then ultimately ran away from his country to England, leaving his people to be massacred by the Italians, and leaving the serious white world to laugh at every Negro and repeat the charge and snare - "he is incompetent," "we told you so." Indeed Haile Selassie has proved the incompetence of the Negro for political authority, but thank God there are Negroes who realise that Haile Selassie did not represent the truest qualities of the Negro race. How could he, when he wanted to play white? How could he, when he surrounded himself with white influence? How could he, when in a modern world, and in a progressive civilization, he preferred a slave State of black men than a free democratic country where the black citizens could rise to the same opportunities as white citizens in their democracies?“

—  Marcus Garvey

The Failure of Haile Selassie as Emperor in The Blackman, April, 1937.

„A Race without the knowledge of its history is like a tree without roots.“

—  Marcus Garvey

Though often attributed to Garvey, this statement first appears in Charles Siefert's 1938 pamphlet, The Negro's or Ethiopian's Contribution to Art.
Misattributed

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating

„If you have no confidence in self you are twice defeated in the race of life. With confidence you have won even before you have started.“

—  Marcus Garvey

Philosophy and opinions of Marcus Garvey: or, Africa for the Africans‎ (Routledge, 1967), P. 10. ISBN 0714611433.

„We were the first Fascists, when we had 100,000 disciplined men, and were training children, Mussolini was still an unknown. Mussolini copied our Fascism.“

—  Marcus Garvey

1937 interview reported by Joel A. Rogers, "Marcus Garvey," in Negroes of New York series, New York Writers Program, 1939, Schomburg Center for Research in Black Culture, New York.

Aniversários de hoje
Oswald de Andrade photo
Oswald de Andrade24
1890 - 1954
Maud Mannoni photo
Maud Mannoni1
1923 - 1998
Eugene H. Peterson photo
Eugene H. Peterson1
1932 - 2018
Outros 45 aniversários hoje