Frases de Jan Smuts

Jan Smuts foto
0  0

Jan Smuts

Data de nascimento: 24. Maio 1870
Data de falecimento: 11. Setembro 1950

Publicidade

Marechal de campo Jan Christian Smuts PC, OM, CH, DTD, ED, KC, FRS foi um proeminente politico, líder miliar, filósofo e estadista sul-africano, influente na Commonwealth Britânica. Exerceu vários cargos de liderança, mais notavelmente o de Primeiro-ministro da União da África do Sul de 1919 até 1924 e de 1939 até 1948. Apesar de Smuts inicialmente ter defendido a segregação racial e se oposto a emancipação dos negros sul-africanos, suas visões foram mudando e apoiou a Comissão Fagan, que afirmava que uma política de segregação racial total era inviável. Por isso, Smuts subsequentemente perderia a eleição de 1948 para um movimento de Afrikaners linha-dura que implementariam o apartheid. Ele continuou trabalhando pela reconciliação e enfatizava o papel positivo da Commonwealth Britânica até sua morte em 1950.Smuts foi um dos líderes bôeres rebeldes da Segunda Guerra dos Bôeres na região de Transvaal. Durante a Primeira Guerra Mundial, liderou tropas sul-africanas ao lado dos britânicos contra os alemães, capturando o Sudoeste Africano Alemão e comandando tropas na África Oriental.De 1917 a 1919, foi um dos membros do Gabinete Imperial de Guerra britânico e foi instrumental na fundação da Força Aérea Real . Ele se tornou Marechal de campo do exército britânico em 1941 e serviu sob Winston Churchill. Foi a única pessoa signatária dos tratados que encerraram a Primeira e Segunda Guerras Mundiais. Seu legado persiste até os dias atuais, se tornando um dos fundadores da África do Sul como nação e era conhecido como um diplomata, estadista e político habilidoso.

Citações Jan Smuts

Publicidade

„... the Jameson Raid was the real declaration of war.“

— Jan Smuts
Smuts on the Second Boer War, as cited in Antony Lentin, 2010, Jan Smuts – Man of courage and vision

„Just as we preach a "black peril" so they will begin to speak of a "white peril" and of the hostility the white men have toward them.“

— Jan Smuts
In June 1947, addressing the head committee of the United Party in Transvaal, cited by Tom MacDonald in Jan Hofmeyr: Heir to Smuts, p. 219, 1948

Publicidade

„The Mountain is not merely something eternally sublime. It has a great historical and spiritual meaning for us... From it came the Law, from it came the Gospel in the Sermon on the Mount. We may truly say that the highest religion is the Religion of the Mountain.“

— Jan Smuts
When he unveiled the Mountain Club War Memorial at Maclear's Beacon on the summit of Table Mountain (1923), as cited by Alan Paton in his final essay, A Literary Remembrance, published posthumously in TIME, 25 April 1988, p. 106.

„If a nation does not want a monarchy, change the nation’s mind. If a nation does not need a monarchy, change the nation’s needs.“

— Jan Smuts
To Princess Frederica of Greece, as cited by Doug Lennox in Now You Know Royalty, Monarchies in Action, p. 57

Publicidade

„It is the cleanest, neatest, most sudden and spectacular victory of the war, and in size is quite comparable to the German defeat before Stalingrad.“

— Jan Smuts
At the conclusion of the North African Campaign in May 1943, as quoted by W. K. Hancock in SMUTS 2: The Fields of Force 1919-1950, p. 380

Próximo