Frases de Charles Wright Mills

Charles Wright Mills photo
0   0

Charles Wright Mills

Data de nascimento: 28. Agosto 1916
Data de falecimento: 20. Março 1962

Publicidade

Charles Wright Mills foi um sociólogo norte-americano.Mestre em arte, filosofia e sociologia pela Universidade do Texas, doutorou-se em sociologia e antropologia pela Universidade de Wisconsin. Foi professor de Sociologia das Universidades de Maryland e Columbia.

O autor ficou principalmente conhecido por seu livro A Imaginação Sociológica, publicado originalmente nos EUA em 1959. Nele o autor faz um apelo para que sociólogos não deixem a imaginação e a criatividade de lado, ao exercerem sua profissão, em favor de uma pretensa objetividade e neutralidade do trabalho científico. Para o autor as grandes obras e os grandes intelectuais da história nunca abriram mão de sua reflexividade e criatividade, além de uma postura crítica diante da realidade. Como exemplos de trabalhos intelectuais de sua época, Mills cita O Behemoth de Franz Neumann como obra científica estimulante à reflexão, e a obra de Talcott Parsons como exemplo da tendência cientificista da sociologia de sua época e de linguagem desnecessariamente complicada e inacessível ao grande público.

Uma das críticas de Mills à sociologia era de que esta deveria ser acessível à compreensão do grande público. Esta sua crítica fazia parte de seu argumento maior de que o intelectual deveria manter uma postura crítica e reflexiva diante da realidade, e assim tomar parte nos debates públicos de sua época.

Mills foi leitor atento da obra de Max Weber, tendo editado nos EUA uma compilação de textos deste último, juntamente com Hans H. Gerth, obra que ficou intitulada 'From Max Weber: essays in Sociology' . Nesta obra, Mills e Gerth apresentam uma importante reflexão sobre a obra de Max Weber articulada a um escorço biográfico deste autor.

Para Mills, a racionalidade do mundo ocidental da atualidade não produziu a indispensável libertação do ser humano, já que as principais idelogias desenvolvidas - capitalismo e socialismo - não se mostraram aptas a prever e controlar intensos processos de mudanças sociais.

Citações Charles Wright Mills

Publicidade

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating

„The more we understand what is happening in the world, the more frustrated we often become, for our knowledge leads to feelings of powerlessness.
We feel that we are living in a world in which the citizen has become a mere spectator or a forced actor, and that our personal experience is politically useless and our political will a minor illusion. Very often, the fear of total permanent war paralyzes the kind of morally oriented politics, which might engage our interests and our passions. We sense the cultural mediocrity around us-and in us-and we know that ours is a time when, within and between all the nations of the world, the levels of public sensibilities have sunk below sight; atrocity on a mass scale has become impersonal and official; moral indignation as a public fact has become extinct or made trivial.
We feel that distrust has become nearly universal among men of affairs, and that the spread of public anxiety is poisoning human relations and drying up the roots of private freedom. We see that people at the top often identify rational dissent with political mutiny, loyalty with blind conformity, and freedom of judgment with treason. We feel that irresponsibility has become organized in high places and that clearly those in charge of the historic decisions of our time are not up to them. But what is more damaging to us is that we feel that those on the bottom-the forced actors who take the consequences-are also without leaders, without ideas of opposition, and that they make no real demands upon those with power.“

—  C. Wright Mills
pp. 184-185.

„Here's to the day when the complete works of Leon Trotsky are published and widely distributed in the Soviet Union. On that day the USSR will have achieved democracy!“

—  C. Wright Mills
Mills was invited to speak in the Soviet Union as an honored guest, due to his criticisms of economies in the West; he was asked to make a toast at a banquet, and in his contrarian way, toasted Trotsky, whose works had been banned in the Soviet Union by Stalin. Reported in Saul Landau, "C. Wright Mills: The Last Six Months", Ramparts (August 1965), p. 49-50.

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“