Frases de Bobby Fischer

Bobby Fischerfoto

4  0

Bobby Fischer

Data de nascimento:9. Março 1943
Data de falecimento:17. Janeiro 2008
Outros nomes:Роберт Джеймс Фишер

Robert James "Bobby" Fischer foi um grande mestre de xadrez estadunidense e décimo primeiro campeão mundial de xadrez. Em 1972, venceu o Campeonato Mundial de Xadrez ao derrotar o soviético Boris Spassky em uma partida disputada em Reykjavík, Islândia, considerada um confronto símbolo da Guerra Fria, que atraiu um interesse midiático maior que qualquer outra partida de xadrez já disputada. Em 1975, Fischer recusou-se a defender seu título ao não chegar a um acordo com a Federação Internacional de Xadrez em relação ao modelo de disputa da partida. A desistência tornou Anatoly Karpov, campeão do Torneio de Candidatos de 1974, o novo campeão mundial.

Fischer demonstrava uma habilidade natural para o xadrez desde cedo. Aos 13 anos, venceu a chamada "Partida do Século" contra Donald Byrne. Começando em 1957, aos 14 anos, participou de oito Campeonatos de Xadrez dos Estados Unidos, vencendo todos com pelo menos 1 ponto de vantagem sobre seus oponentes. Aos 15, Fischer tornou-se o grande mestre de xadrez mais novo da história até então e o candidato mais novo ao campeonato mundial.

Aos 20 anos de idade, Fischer venceu o Campeonato dos Estados Unidos de 1963–64 com uma pontuação de 11/11, a única pontuação perfeita da história do torneio. Seu livro My 60 Memorable Games, publicado em 1969, tornou-se um ícone da literatura de xadrez. Venceu o Torneio Interzonal de 1970 com uma distância recorde de 3½ pontos sobre o segundo colocado, vencendo 20 partidas consecutivas, incluindo duas com o placar perfeito de 6–0 no Torneio de Candidatos de 1971, algo inédito na história da competição. Em julho de 1971, tornou-se o primeiro número 1 oficial do ranking FIDE.

Após perder o título mundial, Fischer tornou-se recluso e, de certa forma, excêntrico, desaparecendo tanto dos campeonatos de xadrez quanto da mídia. Em 1992, reapareceu em uma revanche contra Spassky, na Iugoslávia, país que, à época, estava sob embargo da ONU. Sua participação na partida gerou um conflito com o governo norte-americano, que requeriu imposto de renda sobre o prêmio pela sua vitória, chegando a emitir um mandato de prisão a Fischer. Após esses acontecimentos, passou a viver no exílio. Em 2004, foi preso no Japão por utilizar-se de um passaporte que havia sido revogado pelo governo dos Estados Unidos. O parlamento islandês o ofereceu passaporte e cidadania islandeses, permitindo-o viver no país até sua morte em 2008.

Fischer fez inúmeras contribuições adicionais para o xadrez. Na década de 1990, patenteou um sistema modificado de relógio de xadrez, que adiciona um incremento no tempo após cada movimento, sendo hoje a prática padrão em torneios de alto nível. Também é de sua invenção uma variante do jogo chamada "xadrez aleatório de Fischer" .

Citações Bobby Fischer







Роберт Фишер foto
Роберт Фишер14
American chess prodigy, chess player, and chess writer 1943 - 2008

Роберт Фишер foto
Роберт Фишер14
American chess prodigy, chess player, and chess writer 1943 - 2008




Роберт Фишер foto
Роберт Фишер14
American chess prodigy, chess player, and chess writer 1943 - 2008

Роберт Фишер foto
Роберт Фишер14
American chess prodigy, chess player, and chess writer 1943 - 2008


Роберт Фишер foto
Роберт Фишер14
American chess prodigy, chess player, and chess writer 1943 - 2008


Роберт Фишер foto
Роберт Фишер14
American chess prodigy, chess player, and chess writer 1943 - 2008

Роберт Фишер foto
Роберт Фишер14
American chess prodigy, chess player, and chess writer 1943 - 2008


Роберт Фишер foto
Роберт Фишер14
American chess prodigy, chess player, and chess writer 1943 - 2008

Autores parecidos