„A fé é a consolação dos miseráveis e o terror dos felizes.“

Citações relacionadas

Nicolas Chamfort photo
Joaquim Nabuco photo
Simone Weil photo
José Mojica Marins photo

„Terror é não saber o amanhã.“

—  José Mojica Marins ator 1936

Folha de S. Paulo, 30/09/97

Cícero photo
Ambrose Bierce photo

„Consolação é o fato de saber que alguém melhor que nós está mais infeliz do que nós.“

—  Ambrose Bierce 1842 - 1914

Variante: Consolação é o facto de saber que alguém melhor que nós está mais infeliz do que nós.

Jean Jacques Rousseau photo

„As consolações indiscretas agravam as aflições violentas.“

—  Jean Jacques Rousseau, livro Julie, or the New Heloise

Les consolations indiscretes ne font qu'aigrir les violentes afflictions.
La nouvelle Héloïse - Volume 2, Página 127 http://books.google.com.br/books?id=a-4_AAAAcAAJ&pg=PA127, Jean-Jacques Rousseau - Poinçot, 1788
La nouvelle Héloïse

Ruy Barbosa photo

„As situações que nascem do terror não tardam muito a se contagiar do terror que derramaram e acabam dissolvidas pelo terror de si mesmas.“

—  Ruy Barbosa político, escritor e jurista brasileiro 1849 - 1923

Obras seletas - Página 258, de Ruy Barbosa, Publicado por Casa de Rui Barbosa

Stephen King photo
Friedrich Nietzsche photo
Johann Ludwig Uhland photo

„Para quem ele pondera, é terror, e quem ele olha, é raiva.“

—  Johann Ludwig Uhland professor académico alemão 1787 - 1862

Denn was er sinnt, ist Schrecken, und was er blickt, ist Wuth
Gedichte - Página 335 http://books.google.com.br/books?id=JEk7AAAAcAAJ&pg=PA335, Ludwig Uhland - 1815

Carmen Sylva photo
Johann Wolfgang von Goethe photo

„Não há maior consolação para a mediocridade do que o facto de o gênio não ser imortal.“

—  Johann Wolfgang von Goethe escritor alemão 1749 - 1832

Mediocrity has no greater consolation than in the thought that genius is not immortal.
Novels and tales: by Goëthe. Elective affinities; The sorrows of Werther; German emigrants; The good women; and A nouvelette - Volume 4, Página 153 http://books.google.com.br/books?id=GSWb69ZAp_oC&pg=PA153, Johann Wolfgang von Goethe - H. G. Bohn, 1854 - 504 páginas

Virgilio photo

„O terror dá asas aos pés.“

—  Virgilio poeta romano clássico, autor de três grandes obras da literatura latina -70 - -19 a.C.

Marqués de Sade photo

„É sem qualquer terror que eu vejo a desunião das moléculas da minha existência.“

—  Marqués de Sade Aristocrata francês e escritor libertino 1740 - 1814

c'est sans aucune terreur que j'aperçois la désunion des molécules de mon existence.
Marquês de Sade in: Oeuvres‎ - Página 148, de Sade - Publicado por Le Jeune parque, 1947 - 421 páginas

Moisés Maimônides photo
Friedrich Nietzsche photo

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“