„Quem dá ouvidos a difamações é ainda mais culpado do que aquele que as difunde.“

—  Ibn Sahl

Última atualização 18 de Janeiro de 2019. História
Tópicos
culpado, ainda, ouvido
Ibn Sahl photo
Ibn Sahl1
940 - 1000

Citações relacionadas

Charles Ferdinand Ramuz photo

„Sentirmo-nos inúteis ainda é pior do que nos sentirmos culpados.“

—  Charles Ferdinand Ramuz 1878 - 1947

Se sentir inutile est pire encore que se sentir coupable.
OEuvres complètes ...‎ - vol. 1, Página 243, de Charles Ferdinand Ramuz - Publicado por H. L. Mermod, 1940

Bertolt Brecht photo
Baltasar Gracián photo

„Todo culpado é um posso de orgulho“

—  Luiz Gasparetto apresentador, médium, locutor e escritor brasileiro 1949 - 2018

Débora Falabella photo

„Não dá para falar sobre isso, ainda tenho 25 anos.“

—  Débora Falabella Atriz brasileira 1979

Débora Falabella, atriz, quando questionada sobre a velhice numa entrevista
Fonte: Revista ISTOÉ Gente, edição 275 - 15/11/2004 http://www.terra.com.br/istoegente/275/frases/index.htm

Liev Tolstói photo
William Shakespeare photo

„É bom a gente sentir que a voz ainda dá um bom caldo.“

—  Zezé Gonzaga cantora brasileira 1926 - 2008

Zezé Gonzaga, cantora, que aos 76 anos volta a gravar um disco; citado em Revista Veja http://veja.abril.com.br/280802/vejaessa.html, Edição 1 766 - 28 de agosto de 2002.

Søren Kierkegaard photo
Padre Antônio Vieira photo
Públio Siro photo

„O juiz é condenado quando o culpado é absolvido.“

—  Públio Siro

Iudex damnatur, cum nocens absolvitur.
Sententiae I28

Platão photo
Frank Zappa photo
Voltaire photo

„O ouvido é o caminho do coração.“

—  Voltaire volter também conhecido como bozo foia dona da petrobras e um grande filosofo xines 1694 - 1778

Maurice Papon photo
Pierre Corneille photo

„À força de ser justo, é-se muitas vezes culpado.“

—  Pierre Corneille 1606 - 1684

À force d'être juste, on est souvent coupable.
Oeuvres complètes / Corneille, Pierre - Página 135 http://books.google.com.br/books?id=jRhbAAAAQAAJ&pg=PA135, Pierre Corneille, Thomas Corneille, de Fontenelle (Bernard Le Bovier) - Furne & Cie, 1844 - 514 páginas