„Ninguém escapará da actividade pela acção da fuga; e ninguém logrará a perfeição por mera renúncia.“

Última atualização 18 de Janeiro de 2019. História

Citações relacionadas

Antoine de Saint-Exupéry photo
Albert Schweitzer photo

„Não há heróis da acção; só heróis da renúncia e do sofrimento.“

—  Albert Schweitzer professor académico alemão 1875 - 1965

Variante: Não há heróis da ação; só heróis da renúncia e do sofrimento.

Fernando Pessoa photo
Billie Joe Armstrong photo

„Praticar faz a perfeição, mas ninguém é perfeito, então pra que praticar?“

—  Billie Joe Armstrong músico americano 1972

respondendo por que a banda não praticou antes do show em Seattle.
Atribuídos

John Henry Newman photo

„Nada realizaríamos se esperássemos até fazê-lo com tanta perfeição que ninguém lhe achasse defeito.“

—  John Henry Newman 1801 - 1890

for nothing would be done at all, if a man waited till he could do it so well, that no one could find fault with it.
"Lectures on the present position of Catholics in England: Addressed to the Brothers of the Oratory" - Página 371 http://books.google.com.br/books?id=ScEHAAAAQAAJ&pg=PA371, de John Henry Newman - Publicado por James Duffy, 1857 - 376 páginas

Billy Corgan photo

„Se a pratica faz a perfeição, e ninguem é perfeito, então pra que praticar?“

—  Billy Corgan 1967

If practice makes perfect and nobody's perfect then why practice?
citado em "The World's Greatest Wacky One-Line Jokes" - de Bob Phillips - Harvest House Publishers, 2005, ISBN 0736914269, 9780736914260 - 124 páginas

Billie Joe Armstrong photo
Leo Buscaglia photo
José Ortega Y Gasset photo

„Quem, em nome da liberdade, renuncia a ser aquilo que devia ser, já se matou em vida: é um suicida de pé. A sua existência consistirá numa perpétua fuga da única realidade que era possível.“

—  José Ortega Y Gasset 1883 - 1955

Quien en nombre de la libertad renuncia a ser el que tiene que ser, ya se ha matado en vida: es un suicida en pie. Su existencia consistirá en una perpetua fuga de la única realidad que podía ser
citado em Transitos - Página 16, Francisco De Borja Gutierrez - Erroteta, 2005, ISBN 849343230X, 9788493432300, 81 páginas
Atribuídas

Marquês de Vauvenargues photo

„A actividade enriquece mais do que a prudência.“

—  Marquês de Vauvenargues 1715 - 1747

L'activité fait plus de fortunes que la prudence.
"Oeuvres complète de Vauvenargues,: Revues et augmentée sur les manuscrits communiqués par sa famille; accompagnées de notes, et terminées par une table analitique des Matiéres"‎ - Página 47 http://books.google.com.br/books?id=V44HAAAAQAAJ&pg=PA47 - item 181, Vauvenargues - De l'Imprimerie de Delance., 1797
Variante: A atividade enriquece mais que a prudência.

„Uma actividade sem limites acaba em bancarrota.“

—  Johann Goethe

Variante: Uma atividade sem limites acaba em bancarrota.

Platão photo
Francisco de Assis photo

„Quem a tudo renuncia, tudo receberá.“

—  Francisco de Assis santo católico fundador da Ordem Franciscana 1182 - 1226

Gotthold Ephraim Lessing photo
Friedrich Nietzsche photo

„Toda ambição requer renúncia.“

—  Friedrich Nietzsche filósofo alemão do século XIX 1844 - 1900

Marquês de Maricá photo

„A preguiça dificulta, a actividade tudo facilita.“

—  Marquês de Maricá 1773 - 1848

Variante: A preguiça dificulta, a atividade tudo facilita.

Thomas Stearns Eliot photo
Douglas Adams photo

Tópicos relacionados