„Ô revistinha! Ô revistinha!“

Referindo-se a VEJA, cujas reportagens revelaram que ele comandava, nos Correios e no Instituto de Resseguros do Brasil (IRB), um esquema clandestino de arrecadação para o PTB (junho de 2005)
Fonte: Revista VEJA, Edição 1937 . 28 de dezembro de 2005)

Última atualização 21 de Maio de 2020. História

Citações relacionadas

Fausto Silva photo

„Ô loco meu!“

—  Fausto Silva Apresentador de televisão brasileiro 1950

no Domingão do Faustão da Rede Globo

Roberto Jefferson photo

„Ô Genoíííínoooooo! Cadê você, Genoíno?“

—  Roberto Jefferson 1953

No Congresso, comentando o sumiço do ex-presidente do PT, que renunciou ao cargo depois que um assessor de seu irmão, o deputado estadual José Nobre Guimarães (PT-CE), foi pego no aeroporto de Congonhas com 100 000 dólares escondidos na cueca
Fonte: Revista VEJA, Edição 1937 . 28 de dezembro de 2005

José Luiz Datena photo

„Me ajuda aí, ô!“

—  José Luiz Datena jornalista brasileiro 1957

Atribuídas

Rodrigo Scarpa photo

„Ô Paulo, preciso de um terno novo, só tenho um. Passa a senha lá das contas“

—  Rodrigo Scarpa 1980

Rodrigo Scarpa, o Repórter Vêsgo do programa Pânico entrevistando Paulo Maluf, candidato à prefeitura de São Paulo
Fonte: Revista ISTOÉ Gente, edição 269 http://www.terra.com.br/istoegente/269/frases/index.htm (04/10/2004)

Rodrigo Scarpa photo

„Ô Maluf, o senhor me passa a senha das suas contas bancárias na Suíça?“

—  Rodrigo Scarpa 1980

Repórter Vesgo para Paulo Maluf, então candidato à prefeitura de São Paulo, em 2004.

Lygia Fagundes Telles photo
Jair Bolsonaro photo
Lygia Fagundes Telles photo
Jair Bolsonaro photo
Ricardo Boechat photo

„Ô, Malafaia, vai procurar uma rola, vai. Não me enche o saco. Você é um idiota, um paspalhão, um pilantra, tomador de grana de fiel, explorador da fé alheia. E agora vai querer me processar pelo que eu acabei de falar, porque é isso que você faz. Você gosta muito de palanque, e eu não vou te dar palanque porque você é um otário. Não vou fazer debate nenhum com você porque não quero te dar essa confiança. O que eu falei e repito é que num âmbito de igrejas neopentecostais estão acontecendo atos de incitação à tolerância religiosa, mais do que em outros ambientes. Em nenhum momento – é pegar as minhas falas que estão todas gravadas – eu disse qualquer coisa que generalizasse esse comentário. Até porque, diferente de você, não sou um idiota. Você é homofóbico, uma figura execrável, horrorosa, e que toma dinheiro das pessoas a partir da fé. Eu não sou rico porque tomei dinheiro das pessoas pregando salvação depois da morte. O meu salário, meus bens, meus patrimônios vieram do meu suor, não do suor alheio. Você é um charlatão, cara, que usa o nome de Deus, de Cristo para tomar dinheiro de fiéis. Você é tomador de grana, você e muito outros. Não tenho medo de você não, seu otário. Vai procurar uma rola, repetindo em português bem claro.“

—  Ricardo Boechat jornalista brasileiro 1952 - 2019

Em resposta a Silas Malafaia, em 19/6/2015, que havia chamado Boechat de falastrão e pedido para que parasse de falar "asneiras", após comentário de Boechat sobre o apedrejamento de uma criança candomblecista.
Fonte: Ao vivo, Boechat responde Malafaia: “Vai procurar uma rola” https://www.revistaforum.com.br/ao-vivo-boechat-responde-malafaia-vai-procurar-uma-rola/. Revista Fórum, 19 de junho de 2015. Acesso em 12 de fevereiro de 2019.
Fonte: Ricardo Boechat se irrita com Silas Malafaia e desabafa: 'vai procurar uma r*' https://f5.folha.uol.com.br/celebridades/2015/06/1645174-ricardo-boechat-se-irrita-com-silas-malafaia-e-desabafa-vai-procurar-uma-r.shtml. F5, 19 de junho de 2015. Acesso em 12 de fevereiro de 2019.