„O maior erro que uma pessoa pode cometer na vida é passar a vida com medo de cometer erros.“

—  Elbert Hubbard, The greatest mistake you can make in this life is to be continually fearing you will make one The book of business‎ - Página 51, Elbert Hubbard - The Roycrofters, 1913 - 161 páginas
Original

The greatest mistake you can make in life is to be continually fearing you will make one.

Publicidade

Citações relacionadas

Elbert Hubbard photo
 Confucio photo
Publicidade
Anaïs Nin photo
Bertrand Russell photo

„Por que cometer erros antigos se há tantos erros novos a escolher?“

—  Bertrand Russell 1872 - 1970
Atribuídas, Bertrand Russel como citado in: Reflexões do crepúsculo - Página 161, Roberto de Oliveira Campos - Topbooks, 1991 - 262 páginas

Jorge Luis Borges photo
Bertrand Russell photo
François de La  Rochefoucauld photo

„Somos educados para errar, codificados para cometer erros.“

—  Lewis Thomas 1913 - 1993
We are built to make mistakes, coded for error. "The Medusa and the Snail: More Notes of a Biology Watcher"; Por Lewis Thomas; Publicado por Bantam Books, 1979; ISBN 055313406X, 9780553134063; 146 páginas http://books.google.com.br/books?id=dtkJcGdL49YC&, página 30

Franklin Delano Roosevelt photo

„Casamento é um erro da juventude que todos deveríamos cometer.“

—  Don Herold 1889 - 1966
Marriage is a mistake of youth which we should all make. Don Herold citado em "The dictionary of humorous quotations‎" - Página 93, de Evan Esar - publicado por Doubleday, 1949 - 270 páginas

 Confucio photo

„Não corrigir falhas é o mesmo que cometer novos erros.“

—  Confucio Filósofo chinês -551 - -479 a.C.
Atribuídas

 Plutarco photo
Arthur Schopenhauer photo

„O maior erro que um homem pode cometer é sacrificar a sua saúde a qualquer outra vantagem.“

—  Arthur Schopenhauer filósofo alemão 1788 - 1860
Atribuídas, greatest mistake a man can make is to sacrifice health for any other advantage. Arthur Schopenhauer citado em Lifetime speaker's encyclopedia - Volume 1 - Página 354, Jacob Morton Braude - Prentice-Hall, 1962, 1224 páginas

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“