Frases de Willard Van Orman Quine

Willard Van Orman Quine foto

6   3

Willard Van Orman Quine

Data de nascimento: 25. Junho 1908
Data de falecimento: 25. Dezembro 2000

Willard Van Orman Quine , usualmente citado como Quine, mas conhecido por seus amigos e familiares como Van, foi um dos mais influentes filósofos e lógicos norte-americanos do século XX, considerado o maior filósofo analítico da segunda metade desse século.

Quine pertenceu à tradição da filosofia analítica ao mesmo tempo que foi um dos principais proponentes da visão que a filosofia não é análise conceitual. Quine lecionou filosofia e matemática durante toda a vida na Universidade Harvard, onde foi titular da Cadeira de Filosofia Edgar Pierce de 1956 a 1978. Entre seus principais escritos encontra-se "Dois dogmas do empirismo", o qual ataca a distinção entre juízos analíticos e sintéticos e defende um holismo epistêmico, quiçá semântico, e Word and Object, o qual aprofundou tais posições e introduziu a famosa tese da indeterminação da tradução. Quine mostrou que a distinção entre juízos sintéticos e juízos analíticos não estava apoiada em nada firme, era um dogma que era aceito sem nenhuma justificação, apenas pela necessidade dos empiristas de isolar a convenção dos juízos testáveis. Sem este dogma, este princípio do atomismo na verificação também não se sustenta e portanto é aceito apenas como um outro artigo de fé, um segundo dogma. Quine então conclama os empiristas a se livrarem dos dois dogmas e, sem distinção entre juízos sintéticos e juízos analíticos e aderindo a um holismo quanto à verificação, a endossarem um empirismo sem dogmas.

Citações Willard Van Orman Quine


Autores parecidos