Frases de Taís Araújo

Taís Araújo foto

11   0

Taís Araújo

Data de nascimento: 25. Novembro 1978

Taís Bianca Gama de Araújo Ramos é uma atriz, modelo, apresentadora e cantora brasileira de cinema e televisão. Seu primeiro papel de destaque na televisão foi em 1996 como protagonista da novela Xica da Silva, de Walcyr Carrasco, na Rede Manchete. Sete anos depois, protagonizou outra novela, interpretando a personagem Preta, na telenovela Da Cor do Pecado da Rede Globo, escrita por João Emanuel Carneiro. Em 2006, interpretou Ellen, vilã cômica e uma das personagens principais na novela Cobras & Lagartos. Em 2009, recebeu sua primeira protagonista em horário nobre da Globo, uma das Helenas de Manoel Carlos na novela Viver a Vida. Viveu Maria da Penha, a quarta protagonista de sua carreira, na novela das sete, Cheias de Charme, da Rede Globo. A quinta protagonista de sua carreira foi a jornalista Verônica Monteiro de Geração Brasil, onde fez parte do trio de protagonistas da trama, ao lado de Cláudia Abreu e Murilo Benício.

Atualmente a atriz interpreta Michele no seriado Mister Brau, novamente ao lado do seu marido Lázaro Ramos.



„Costuma juntar tanta gente em volta de mim que a Telemundo foi obrigada a contratar uma dublê de corpo para enganar os fãs. A coitada fica toda roxa.“

„É engraçado saber que tem gente que quer me ver pelada. Mas, sinceramente, isso não combina comigo.“


„Eu sou carente!“

„Eu amo ser negra, meus pais trabalharam minha auto-estima para eu me sentir bonita, preparada e inteligente.“

„Não quero ganhar um prêmio na cota. Para mim, perdeu o encanto. Olho para o Kikito e falo ‘que pena que você está aqui!“

„Se durante décadas não houve negros em posição de destaque, por que a novela iria mostrá-los?“

„Às vezes a mulher é tão chata que perde o que tem de bonito.“

„Ficar pelada e de boca fechada não faz sentido.“


„Desconfio de gente que ri demais.“

„Um loirinho de olho azul eu até já beijei. Mas prefiro o tipo brasileiro, moreno, negrão. Tem mais sal.“

„Vaidade não pode virar paranóia nem ser levada muito a sério.“

Autores parecidos