Frases de Rukmini Devi Arundale

Rukmini Devi Arundale photo
0   0

Rukmini Devi Arundale

Data de nascimento: 29. Fevereiro 1904
Data de falecimento: 24. Fevereiro 1986

Publicidade

Rukmini Devi Arundale foi uma indiana teosofista, dançarina e coreógrafa da dança clássica indiana chamada de Bharatanatyam, além de uma ativista dos direitos e bem-estar dos animais.

Ela é considerada a revivalista mais importante da dança clássica indiana de Bharatanatyam pelo seu estilo original sadhir, prevalente entre os dançarinos dos templos, chamados Devadasis. Ela também trabalhou para o restabelecimento das artes e ofícios indianos tradicionais.

Apesar de pertencer a uma casta alta indiana, ela adotou a causa Bharata Natyam, que foi considerada uma arte baixa e vulgar no início dos anos 20. Reconhecendo a beleza e o valor espiritual desta forma de arte, ela não só aprendeu a dança, mas também a apresentou no palco, apesar dos fortes protestos públicos.

Rukmini Devi apareceu na lista da revista India Today das 100 pessoas que moldaram a Índia . Ela foi premiada com o Padma Bhushan em 1956, além do prêmio Sangeet Natak Akademi Fellowship em 1967.

Citações Rukmini Devi Arundale

Publicidade

„To recreate the temple atmosphere on the urban stage, and thus to facilitate a new kind of seeing that would enable the spiritual revival of the dance.“

—  Rukmini Devi Arundale
On the revival of 'sadir' dance form (which till then was the forte of the devadasis) she said on the settings of the theater for her performances quoted in "Rukmini Devi Arundale, 1904-1986: A Visionary Architect of Indian Culture and the Performing Arts", page 12

Publicidade

„Dance was really the art of the temple and that her temple theater was built with that purpose in mind. It has many features of the temple, and we have adopted as much as possible all the ideals enshrined in Natyashastra.“

—  Rukmini Devi Arundale
On her "Kootahmabalam temple theater" set up in her hundred acre Kalakshetra, quoted in "Rukmini Devi Arundale, 1904-1986: A Visionary Architect of Indian Culture and the Performing Arts", page 14