Frases de Robert McNamara

Robert McNamara foto
0  0

Robert McNamara

Data de nascimento: 9. Junho 1916
Data de falecimento: 6. Julho 2009

Publicidade

Robert Strange McNamara foi um empresário e político norte-americano que serviu como o 8º Secretário de Defesa dos Estados Unidos de 1961 a 1968 durante as presidências de John F. Kennedy e Lyndon B. Johnson, período em que ele teve um importante papel no aumento do envolvimento norte-americano na Guerra do Vietnã. Depois de sair do cargo ele serviu como presidente do Banco Mundial até 1981. McNamara foi o responsável por instituir a análise de sistemas na política pública, que se desenvolveu no que hoje é conhecido como análise política. Ele consolidou as funções de inteligência e logística do Departamento de Defesa em duas agências: a de Inteligência de Defesa e a de Logística de Defesa.

Antes de entrar na política, McNamara foi um dos veteranos da Segunda Guerra Mundial que ajudou a Ford Motor Company a se reerguer depois do conflito, brevemente servindo como seu presidente antes de virar Secretário de Defesa.

Citações Robert McNamara

„You can never substitute emotion for reason.“

— Robert S. McNamara
Context: You can never substitute emotion for reason. I still would allow a place for intuition in this process, but not emotion. They say I am a power gabber. But knowledge is power, and I am giving them knowledge, so they will have more power. Can't they see that? In: Henry L. Trewhitt (1971) McNamara, p. 119

„I would rather have a wrong decision made than no decision at all.“

— Robert S. McNamara
Quoted in: Charles A. Stevenson (2006), [http://books.google.com/books?id=2NXbS5AG_8QC&pg=PA28 SECDEF: The Nearly Impossible Job of Secretary of Defense], p. 28

Publicidade

„Management is the gate through which social and economic and political change, indeed change in every direction, is diffused through society.“

— Robert S. McNamara
Robert McNamara (1967); quoted in: Bruce Rich (1994) Mortgaging the Earth: The World Bank, Environmental Impoverishment and the Crisis of Development, p. 83