Frases de Mosco

0  0

Mosco

Publicidade

Mosco ou Moscos , poeta grego antigo e bucólico estudante do gramático alexandrino Aristarco de Samotrácia, nasceu em Siracusa e viveu por volta de 150 a.C. Além de sua poesia, ele era conhecido por seu trabalho gramatical, e nada do qual sobreviveu.

Suas poucas obras sobreviventes consistem em um curto poema em hexâmetros épica, Europa, sobre o mito da Europa, três fragmentos bucólico e um todo poema curto bucólico Amor Fugitivo, e um epigrama em dísticos elegíacos. Seu material sobrevivente bucólico é curto sobre temas pastorais e é largamente erótico e mitológico, embora essa impressão pode ser distorcida pela falta de provas, também é visto na bucólica sobreviventes das gerações depois de Mosco, incluindo o trabalho de Bion de Esmirna. A poesia de Mosco é editado normalmente junto com outros poetas bucólicos, como no texto de Oxford comumente usado por ASF Gow , mas a Europa tem recebido frequentemente separada edições escolares, como por Winfried Bühler e Malcolm Campbell . O epigrama é também normalmente publicada com a edição de Maximos Planoudes da Antologia Grega.

A Europa, juntamente com a Hecale de Calímaco e tal como exemplos latinos Catulo 64, é um grande exemplo do fenômeno helenístico da épica em miniatura. Embora seja difícil dizer por causa do caráter fragmentário das evidências, a influência de Mosco sobre a poesia bucólica grega é provável que tenha sido significativa, a influência do Amor Fugitivo é sentida em Bion e outros mais tarde, os poetas bucólicos. Na literatura européia posterior a sua obra foi imitado ou traduzido por autores como Torquato Tasso e Ben Jonson.

Dois outros poemas, atribuído a ele em um momento ou outro, mas já não pensava ser seu, também são comumente editados com seu trabalho. O mais conhecido é o Epitáfio de Bion , que teve uma longa história de influência sobre o lamento pastoral para um poeta . O outro é um épico de miniatura em Megara , consistindo de um diálogo épico entre a mãe de Hércules e sua esposa em sua ausência.

Citações Mosco

„If any one a wandering Cupid see,
The little fugitive belongs to me.
And if he tell what path the rogue pursues,
My kisses shall reward him for the news:
But if he bring me back the boy I miss,
I'll give him something sweeter than a kiss.“

—  Moschus
'The Stray Cupid', tr. R. Polwhele, lines 3–8; spoken by Venus. Compare: "It fortuned, fair Venus having lost / Her little son, the winged god of love, / ....." Edmund Spenser, Faerie Queene, B. III, C. 6, st. 11

„Smooth are his words, his voice as honey sweet,
Yet war is in his heart, and dark deceit!“

—  Moschus
'The Stray Cupid', tr. R. Polwhele, lines 14–15 Compare: "The words of his mouth were smoother than butter, but war was in his heart: his words were softer than oil, yet were they drawn swords." Psalm 55:21 (KJV)

Aniversários de hoje
Lea T photo
Lea T6
1981
Johann Wolfgang von Goethe photo
Johann Wolfgang von Goethe79
escritor alemão 1749 - 1832
Jonathan Edwards photo
Jonathan Edwards1
1703 - 1758
Outros 37 aniversários hoje