Frases de Michael Chabon

Michael Chabon foto

1   0

Michael Chabon

Data de nascimento: 24. Maio 1963

Michael Chabon é um escritor americano de origem judaica.

É formado em artes pela Universidade de Pittsburgh, com mestrado em escrita criativa pela Universidade da Califórnia. Seus pais se divorciaram quando ele tinha cerca de onze anos. Consequentemente, divórcio, relações entre pais e filhos e pais solteiros tornaram-se um tema freqüente em seus escritos. Além disso, muitos dos livros de Chabon contêm personagens judeus e abordam temas relevantes para os judeus americanos, tais como integração e antissemitismo. Chabon é amigo do vocalista e baixista Geddy Lee da megabanda canadense de rock Rush, que também é judeu.

Seu primeiro livro foi a novela The Mysteries of Pittsburgh , lançada em 1988, que se tornou um best-seller. Seus trabalhos seguinte incluem Garotos Incríveis , sobre um escritor com bloqueio criativo , história que foi adaptada para o cinema; As Incríveis Aventuras de Kavalier & Clay, sobre um ilustrador e um roteirista no início da indústria das histórias em quadrinhos, livro que lhe rendeu o Prémio Pulitzer de Ficção em 2001, e Summerland , um livro de fantasia escrito para leitores mais jovens, premiado com o Mythopoeic Fantasy Award em 2003. Seu trabalho vem sendo elogiado pelas suas caracterizações e pelo complexo uso da língua inglesa. No início de sua carreira, alguns leitores e críticos o tomaram erroneamente como gay, devido à presença de personagens gays em seus três primeiros livros. Quando Mysteries of Pittsburgh foi publicado, a revista Newsweek apontou Chabon como um escritor gay. Mais tarde, Chabon declarou ao jornal The New York Times que quase ficou contente com o erro da revista. "Para mim, foi uma sorte", disse à revista Times em 2000. "Isso realmente abriu para mim uma nova categoria de leitores, e muito fiéis".

Chabon também escreveu duas coletâneas de histórias curtas, intituladas Werewolves in their Youth e A Model World. Também foi coautor do roteiro de Homem-Aranha 2. Seu projeto para a Dark Horse Comics intitulado The Amazing Adventures of the Escapist, uma série trimestral que se propõe a contar histórias fictícias dos sessenta anos do personagem O Escapista, criado pelos protagonistas do seu livro “Kavalier & Clay”. A revista venceu o Prêmio Eisner em 2005 de melhor antologia, e dois Prêmios Harvey, no mesmo ano, de melhor antologia e melhor série nova. Chabon também está escrevendo uma adaptação para o cinema de “As Incríveis Aventuras de Kavalier & Clay”, que deve ser dirigida por Stephen Daldry .

Em junho de 2010, ele escreveu um editorial para o New York Times, sobre o ataque de Israel à Flotilha de Gaza, e destacou o papel do excepcionalismo na identidade judaica.

Chabon atualmente vive em Berkeley, com sua esposa Ayelet Waldman, também escritora, e seus quatro filhos.



„A humanidade ficou cínica demais para se dedicar aos heróis.“

Autores parecidos