Frases de Matthew Arnold

Matthew Arnold foto

5   0

Matthew Arnold

Data de nascimento: 24. Dezembro 1822
Data de falecimento: 15. Abril 1888

Matthew Arnold foi um poeta e crítico britânico, um dos críticos literários e de costumes em que a Inglaterra Vitoriana melhor se espelha. Matthew Arnold foi um poeta prolífico e um intelectual voltado para a democratização do ensino.

Matthew Arnold nasceu em Laleham e era tio-avô de Aldous Huxley e primogênito de Thomas Arnold, diretor da célebre escola de Rugby. Formou-se em Oxford , onde ocupou mais tarde, de 1857 a 1867, a cátedra de poesia. Através de um idealismo de fundo ainda romântico, Arnold tornou-se moralista ,expondo seus métodos e critérios nos Essays in Criticism , onde exige da obra de arte a "crítica da vida" e a "alta seriedade".

Examinou o agnosticismo em Literature and Dogma - an Essay towards a Better Apprehension of the Bible. Vendo na estreiteza do puritanismo e no unitarismo econômico os dois grandes inimigos da europeização da cultura inglesa, combateu-os em Culture and Anarchy , ensaio sobre crítica e política social .

Um tom erudito manteve-se nas suas obras poéticas, reunidas em Poems e New poems .

Matthew Arnold morreu em Liverpool em 15 de abril de 1888.



„Somente aqueles que nada esperam do acaso são donos do destino.“

„A cultura é a busca da nossa perfeição total mediante a tentativa de conhecer o melhor possível o que foi dito ou pensado no mundo, em todas as questões que nos dizem respeito.“


„Apenas aqueles que nada esperam do azar são donos do destino.“

„Para criar uma obra-prima da literatura, dois poderes precisam estar presentes: o poder do homem e o poder do momento.“

„O poeta não exagera profundamente, mas amplamente.“

Autores parecidos