Frases de Léo Jaime

Léo Jaime foto

3   0

Léo Jaime

Data de nascimento: 23. Abril 1960

Leonardo "Leo" Jaime é um ator, cantor, compositor, escritor e jornalista brasileiro.

Léo Jaime participou da formação original do grupo carioca de rockabilly João Penca e Seus Miquinhos Amestrados, e saiu do grupo para seguir carreira solo. Foi Leo Jaime que indicou Cazuza à então nascente banda Barão Vermelho, recusando o posto de vocalista.

Léo Jaime fez muito sucesso na década de 1980, quando emplacou vários hits nas rádios do Brasil, além de fazer trilhas sonoras para filmes e novelas. Seus principais discos solo são Phodas "C", de 1983 e Sessão da Tarde, lançado em 1985 . Lançou Todo Amor em 1995, uma obra de intérprete e Ïnterlúdio, em 2008, com canções inéditas.

Como ator, Léo Jaime atuou na telenovela Bebê a Bordo, de 1988, como Zezinho, nos filmes O Escorpião Escarlate, Rádio Pirata, Rock Estrela e As Sete Vampiras e também no teatro, como no musical Vitor ou Vitória, em São Paulo, ao lado de Marília Pêra e no musical Era no Tempo do Rei, baseado na obra de Ruy Castro, interpretando Dom João VI.

Também escreve para televisão, jornais e revistas. É cronista, foi autor/redator de textos para programas da televisão como Domingão do Faustão e Megatom, na Globo, e comentarista de futebol no SBT. Suas crônicas foram publicadas nos jornais O Globo e O Dia e nas revistas Desfile e Capricho.

Seu último papel na TV foi na série Malhação, interpretando Nando Rocha.


„Já ouvi: ‘Emagrece 20 kg que a gente te contrata’. Assim, na lata. Mas lido bem com isso. O problema é que as pessoas pensam que os gordos são decadentes, preguiçosos e têm mau caráter.“

„Minha gravadora somos eu e o meu computador“

„É incrível como estar no palco faz você ficar atraente. Para ficar comigo, tem de ser minha fã. Afinal, só existem dois tipos de mulheres: as que gostam de mim e os bagulhos.“

Autores parecidos