Frases de Konstantin Chernenko

Konstantin Chernenko foto
0  0

Konstantin Chernenko

Data de nascimento: 24. Setembro 1911
Data de falecimento: 10. Março 1985

Publicidade

Nota: Se procura pelo filho, consulte Albert Chernenko

Konstantin Ustínovitch Chernenko foi Presidente do Soviete Supremo da URSS e Secretário Geral do Partido Comunista de 1984 até sua morte em 10 de Março de 1985, e Chefe Supremo do Politburo, o segundo mais alto cargo na hierarquia soviética, de 1971 até 1984, quando assumiu, de fato, o mais alto cargo do país.

Após sua morte, os países socialistas do leste europeu não passariam de cinco anos, e a União Soviética, de fato, sete.

Apesar de sua curta gestão, há tempos Chernenko já havia conquistado um grande poder dentro do partido, sendo um segundo homem, muito similar a um vice-presidente, desde o início da década de 1970, sob a gestão de Leonid Brejnev, acompanhando-o em diversas viagens ao estrangeiro e servindo de conselheiro político durante os anos 70 e início dos anos 80, tendo alcançado seus maiores feitos antes mesmo de tornar-se o Secretário-Geral, o que fez com que sua contribuição para com a União Soviética e Rússia durante os anos Brejnev fosse mais eminente do que durante o próprio governo.

Chernenko ingressou no Partido Comunista da União Soviética em 1931 e teve destaque dentro do partido atuando como na propaganda do regime de Joseph Stalin na década de 1930, principalmente na sustentação da política de eliminação dos gulags. Sua atuação acabou o levando a direção do território de Krasnoyarsk.

Em 1941, Chernenko foi líder do comitê do PCUS em Krasnoyarsk. Entre 1948 a 1956, liderou o departamento de propaganda do partido na República Socialista Soviética da Moldávia. Neste período, conheceu Leonid Brejnev e se tornaram grandes amigos. Em 1953, trabalhou no instituto pedagógico de Chişinău.

Com a morte de Stalin, Nikita Khrushchov conquistou o poder na União Soviética e Chernenko avançou importantes cargos dentro da estrutura hierárquica do partido comunista. Ele se tornou chefe de agitação e propaganda do comitê central do PCUS em 1956. Quatro anos depois, foi chefe dos empregados do Presidium.

Durante a gestão de Brejnev no partido comunista, a carreira política de Chernenko foi seguida de sucessos, e no ano de 1965, um ano após a entrada de Brejnev, assumiu o departamento geral do comitê central.

O crescimento político de Chernenko dentro da estrutura política do PCUS o ajudou a alcançar importantes cargos dentro da hierarquia militar da URSS, isto incluiu influências no KGB, a polícia secreta soviética, e também nas forças armadas.

Nos início dos anos 1970, a influência de Chernenko cresceu bastante, tornando-se muito importante nos altos escalões do partido.

Em 1971 foi promovido a membro pleno do Comitê Central, um influente cargo dentro do país.

Em 1976, aderiu ao alto escalão do Politburo, sendo indicado para a secretaria do partido comunista, e sendo, em termos hierárquicos, o segundo mais poderoso no governo, abaixo somente do secretário-geral.

Durante os anos finais de Brejnev, Chernenko tornou-se totalmente poderoso dentro do partido, sendo quase como um segundo secretário-geral, tendo, durante este período, feito pelo país boa parte do que fez quando tornou-se de fato o chefe do estado soviético.

Representou a União Soviética em delegações no estrangeiro, acompanhando Brejnev para importantes reuniões e conferências, e foi membro da comissão que reviu a Constituição soviética em 1977.

Em 1979 ele participou das conferências a respeito da limitação de armas estratégicas em Viena.

Após a morte de Brejnev, em novembro de 1982, houve especulações de que o cargo de Secretário-Geral cairia para Chernenko, porém ele não foi capaz de reunir suficiente apoio popular para a sua candidatura dentro do partido, e o ex-chefe do KGB Yuri Andropov tornou-se o novo secretário-geral.

Problemas de saúde levaram Andropov à morte em 1984. Assim, Chernenko, com o apoio e sustentação de partidários de Brejnev, foi nomeado secretário-geral da URSS, presidente do Presidium e líder do conselho de defesa.

Apesar da aparente limitação do cargo, a maior parte dos objetivos políticos de Chernenko já haviam sido alcançados durante a vasta gestão de Brejnev, portanto, os principais feitos de Chernenko no poder procuravam preencher aquilo que o limitava quando ainda era um subordinado de Brejnev, entre elas se destacam as reformas educacionais e a estruturação burocrática do estado, mas principalmente as questões diplomáticas , às quais Chernenko acabou dando continuidade.

Na política diplomática, negociou um pacto comercial com a China, fez uma visita junto do presidente alemão oriental Erich Honecker até a Alemanha Ocidental, encontrou-se com o líder do Partido Trabalhista Britânico Neil Kinnock, boicotou as olimpíadas de 1984, sediadas em Los Angeles, como resposta ao boicote dos Estados Unidos nos jogos anteriores, sediado em Moscou, e também outras realizações de mesma importância.

Citações Konstantin Chernenko

Publicidade

„Washington's adventuristic policy, whipping up international tension to the utmost, is pushing mankind towards nuclear catastrophe.“

— Konstantin Chernenko
Quoted in "Speeches and Writings: Leaders of the World" - Page 186 - by Konstantin Ustinovich Chernenko - Political Science - 1984

Aniversários de hoje
 Stendhal foto
Stendhal111
1783 - 1842
João Ubaldo Ribeiro foto
João Ubaldo Ribeiro21
1941 - 2014
Salvador Dalí foto
Salvador Dalí24
1904 - 1989
Anna Pavlova foto
Anna Pavlova1
1881 - 1931
Outros 52 aniversários hoje
Autores parecidos