Frases de John Caldwell Calhoun

John Caldwell Calhoun foto
0  0

John Caldwell Calhoun

Data de nascimento: 18. Março 1782
Data de falecimento: 31. Março 1850

Publicidade

John Caldwell Calhoun foi um político e filósofo político da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, na primeira metade do século XIX. Além de ter sido Vice-presidente dos Estados Unidos sob as presidências de John Quincy Adams e de Andrew Jackson , é conhecido pela defesa da escravidão, causa que levou os Estados Unidos à Guerra da Secessão uma década após sua morte. Foi ainda Secretário de Estado. Foi, também, o primeiro dos apenas dois vice-presidentes do País a renunciar. O outro foi Spiro Agnew.

Calhoun começou sua carreira como um nacionalista ferrenho, favorecendo a guerra com a Grã-Bretanha em 1812 e um vasto programa de melhorias internas posterior. Ele inverteu seu curso em 1820, ao atacar o nacionalismo, em favor dos Direitos dos Estados do tipo que Thomas Jefferson havia defendido em 1798. Apesar de ter morrido uma década antes da Guerra Civil Americana começar, Calhoun foi uma grande inspiração para os separatistas que criaram os brevemente duradouros Estados Confederados da América. Apelidado de "homem de aço fundido" por sua firme determinação ao defender as causas em que acreditava, Calhoun deu impuldo à teoria de anulação, uma teoria dos direitos dos estados segundo a qual os Estados poderiam declarar nula e sem efeito qualquer lei federal que considerassem inconstitucional. Ele foi um defensor ardoroso da instituição da escravatura, que defendeu como um "bem positivo" e não como "um mal necessário". Sua defesa retórica da escravidão foi parcialmente responsável pela escalada de ameaças sulistas de secessão, em face do crescente sentimento abolicionista no Norte.

Calhoun passou toda a sua carreira trabalhando para o governo nacional em uma variedade de altos cargos. Serviu como o sétimo vice-presidente dos Estados Unidos, primeiramente sob a presidência de John Quincy Adams e, em seguida, sob Andrew Jackson , mas renunciou à Vice-Presidência para entrar no Senado dos Estados Unidos, onde tinha mais poder. Ele serviu na Câmara dos Representantes e foi Secretário da Guerra sob a presidência de Monroe e Secretário de Estado sob John Tyler.

Citações John Caldwell Calhoun

„In looking back, I see nothing to regret, and little to correct.“

— John C. Calhoun
Context: I cannot think in the present state of parties of entering again on the political arena. I would but waste my strength and exhaust my time, without adding to my character, or rendering service to the country, or advancing the cause for which I have so long contended. I feel no disgust nor do I feel disposed to complain of any one. On the contrary, I am content, and willing to end my public life now. In looking back, I see nothing to regret, and little to correct. My interest in the prosperity of the country, and the success of our peculiar and sublime political system when well understood, remain without abatement, and will do so till my last breath; and I shall ever stand prepared to serve the country, whenever I shall see reasonable prospect of doing so. Letter to Duff Green (10 February 1844), in Correspondence of John C. Calhoun (1900) edited by William Pinkney Starke, p. 569

Publicidade

„Protection and patriotism are reciprocal.“

— John C. Calhoun
Speech in the House of Representatives (12 December 1811)

Publicidade
Publicidade

„Beware the wrath of a patient adversary.“

— John C. Calhoun
This has recently become attributed to Calhoun on the internet and in print, but seems to be a derivative of John Dryden's statement in Absalom and Achitophel (1681): Beware the Fury of a Patient Man.

„I never know what South Carolina thinks of a measure. I never consult her. I act to the best of my judgment, and according to my conscience. If she approves, well and good. If she does not, or wishes any one to take my place, I am ready to vacate. We are even.“

— John C. Calhoun
Reported in Walter J. Miller, "Calhoun as a Lawyer and Statesman"' part 2, The Green Bag (June 1899), p. 271. Miller states "I will cite his own words", but this quotation is reported as not verified in Calhoun's writings in Respectfully Quoted: A Dictionary of Quotations (1989).

Aniversários de hoje
Manoel de Barros57
poeta brasileiro 1916 - 2014
Geraldo Lapenda foto
Geraldo Lapenda5
1925 - 2004
Emily Brontë foto
Emily Brontë29
Escritora e poetisa britânica 1818 - 1848
Outros 44 aniversários hoje