Frases de Ernst Mach

Ernst Mach foto
0  0

Ernst Mach

Data de nascimento: 18. Fevereiro 1838
Data de falecimento: 19. Fevereiro 1916

Publicidade

Ernst Waldfried Josef Wenzel Mach foi um físico e filósofo austríaco.De 1864 a 1867 foi professor de matemática em Graz. Depois lecionou física na Universidade de Praga, quando opôs-se à introdução da língua tcheca como idioma oficial na mesma universidade, alinhando-se entre os partidários da dominação alemã na região. De 1895 a 1901 foi o titular da cadeira de história e teoria da ciência indutiva na Universidade de Viena. Em 1901, após abandonar o ensino, foi nomeado membro da Câmara dos Pares pelo imperador da Áustria.

Suas obras filosóficas e científicas exerceram profunda influência no pensamento do século XX. Seus primeiros livros contêm os fundamentos de uma nova teoria filosófica, o empirocriticismo. Defendeu uma concepção positivista: nenhuma proposição das ciências naturais é admissível se não for possível verificá-la empiricamente.

Citações Ernst Mach

„Personally, people know themselves very poorly.“

— Ernst Mach
Contributions to the analysis of the sensations (1897), translated by Cora May Williams, published by Open Court Publishing Company, p. 4

Publicidade

„I see the expression of... economy clearly in the gradual reduction of the statical laws of machines to a single one, viz., the principle of virtual work: in the replacement of Kepler's laws by Newton's single law... and in the [subsequent] reduction, simplification and clarification of the laws of dynamics. I see clearly the biological-economical adaptation of ideas, which takes place by the principles of continuity (permanence) and of adequate definition and splits the concept 'heat' into the two concepts of 'temperature' and 'quantity of heat'; and I see how the concept 'quantity of heat' leads on to 'latent heat', and to the concepts of 'energy' and 'entropy'.“

— Ernst Mach
Mach (1910) "Die Leitgedanken meiner naturwissenschaftlichcn Erkennenislehre und ihr Aufnahme durch die Zeitgenossen", Physikalische Zeitschrift. 1, 1910, 599-606 Eng. trans. as "The Guiding Principles of my Scientific Theory of Knowledge and its Reception by my Contemporaries", in S. Toulmin ed., Physical Reality, New York : Harper, 1970. pp.28-43. Cited in: K. Mulligan & B. Smith (1988) "[http://ontology.buffalo.edu/smith/articles/mach/mach.pdf Mach and Ehrenfels: Foundations of Gestalt Theory]"

Publicidade