„O amor é cego, mas vê muito longe.“

Última atualização 18 de Janeiro de 2019. História

Citações relacionadas

William Shakespeare photo

„O amor não vê com os olhos, vê com a mente; por isso é alado, é cego e tão potente.“

—  William Shakespeare dramaturgo e poeta inglês 1564 - 1616

Ato I - Cena I: Helena
Sonho de uma Noite de Verão (1595-1596)

Nélson Rodrigues photo

„Em futebol, o pior cego é o que só vê a bola.“

—  Nélson Rodrigues escritor e dramaturgo brasileiro 1912 - 1980

O divino Delinquente
Fonte: À sombra das chuteiras imortais: crônicas de futebol", de Nelson Rodrigues, Ruy Castro - Publicado por Companhia das Letras, 1993 ISBN 8571643202, 9788571643208 - 197 páginas, Página 102

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Ray Bradbury photo
Barão de Itararé photo

„O amor é cego, mas os guardas-civis, não.“

—  Barão de Itararé 1895 - 1971

Almanhaque para 1949, "Almanhaque d'A Manha," primeiro semestre - Página 88; de Aparício Torrelly, BarÃo De ItararÉ, Sergio Luiz Papi - Publicado por EdUSP, 2002 ISBN 853140696X, 9788531406966 - 255 páginas
Almanhaque, 1949

Richard Bach photo

„Vê mais longe a gaivota que voa mais alto.“

—  Richard Bach, livro Fernão Capelo Gaivota

The gull sees farthest who flies highest.
Fernão Capelo Gaivota

Blaise Pascal photo
Honoré De Balzac photo
Antoine de Saint-Exupéry photo
Thomas Fuller photo
Vergílio Ferreira photo

„O amor […] é uma longa paciência.“

—  Vergílio Ferreira escritor português 1916 - 1996

Conta-corrente: 1982-1983‎ - Página 69, Vergílio Ferreira - 1980
Conta-Corrente

Mário Quintana photo
William Shakespeare photo

„O amor é cego, e os namorados nunca vêem as tolices que praticam.“

—  William Shakespeare dramaturgo e poeta inglês 1564 - 1616

Ato II - Cena VI: Jéssica'
O Mercador de Veneza (1596-1597)

Levin Schücking photo

„Dizem que o amor é cego, mas sem duvida sempre viu onde havia mais dinheiro.“

—  Levin Schücking 1814 - 1883

Die Liebe, sagt man, wäre blind; ich will den Satz nicht ganz bestreiten; doch wo die meisten Thaler sind, sah sie recht gut zu allen Zeiten
Welt und Zeit, 482.) http://www.zeno.org/Wander-1867/A/Liebe

Tópicos relacionados