„Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: aqui… além…
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente…
Amar! Amar! E não amar ninguém!
[…]
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!“

The Flowering Heath (1931), "Amar!"

Obtido da Wikiquote. Última atualização 29 de Janeiro de 2021. História
Florbela Espanca photo
Florbela Espanca100
poetisa portuguesa 1894 - 1930

Citações relacionadas

Florbela Espanca photo
Florbela Espanca photo

„Quem disser que pode amar alguém pela vida inteira é porque mente.“

—  Florbela Espanca poetisa portuguesa 1894 - 1930

Charneca em flor: sonetos‎ - Página 30, de Florbela Espanca - Publicado por A. Gonçalves, 1931 - 78 páginas

Carlos Drummond de Andrade photo
Jean Rostand photo
James Baldwin (escritor) photo
Paolo Mantegazza photo

„Que vida de inferno é a vida do ciumento! Antes não amar, do que amar desse modo.“

—  Paolo Mantegazza 1831 - 1910

Qual vita d' inferno ! Val cento volte meglio non amare che amare a questo modo !
"Fisiologia dell'amore ...‎" - Página 185, Paolo Mantegazza - R. Bemporad & Figlio, 1906, 4a. ed. - 344 páginas

Eleanor Roosevelt photo
Tati Bernardi photo
Jean Guéhenno photo
Samuel Taylor Coleridge photo
José Saramago photo
João Guimarães Rosa photo
Fernando Pessoa photo
Joseph Joubert photo
Augusto Cury photo

„Aprenda a amar sem esperar muito dos outros….“

—  Augusto Cury Psiquiatra e Escritor brasileiro 1958

„Amar alguém é viver o exercício constante, de não querer fazer do outro o que a gente gostaria que ele fosse. A experiência de amar e ser amado é acima de tudo a experiência do respeito.“

—  Padre Fábio de Melo

Variante: Amar alguém é viver o exercício de não querer fazer do outro o que a gente gostaria que ele fosse. A experiência de amar e ser amado é acima de tudo a experiência do respeito.

Tópicos relacionados