„Minha fixação pelos
pássaros
já é coisa antiga.

Desde criança quando
vivia arrebentando meu
joelho
pelas pedras daquele
sítio
já tinha o hábito de observa-los
atentamente.

Sempre me foi absolutamente
fascinante
o lugar que eles ocupam
neste mundo.

Batem tuas asas
por cima de todos os nossos
pecados
e ainda não satisfeitos
podem
cagar em nós
Se quiserem.

Tenho a impressão de que
os pássaros
melhores que ninguém
sabem como esse
mundo
é podre.

E por isso procuram voar,
por isso precisam
estar aos céus
e vivendo nos topos
das arvores.

Eles sabem que aqui em baixo
nada presta,
sabem que há outros de
sua espécie
privados de sua vida
apenas pelo fato dos homens
os prende-los
para os observar
e lucrar com isso.

A melodia de um ser engaiolado
é sem sombras de dúvida
a melodia mais triste
que existe.

E o universo inteiro a ecoa
por entre a imensidão
das galáxias.

Pois tudo está preso,
mas ao mesmo tempo
está solto também
e a vida se sacode e solta penas
pela beira
de uma praia deserta
banhada pelos
marés do Caribe
e tudo é muito lindo
e sereno
e não há nenhum de nós
por lá para
ver.“

—  Charlie Barkley

Publicidade