„"De silêncio em silêncio, minha alma apodrece, e leva numa correnteza inconsciente todo o sentimento de aprazimento, contentamento e bem-estar que um dia fora vivido. E traz em múltiplas ondas, o sentimento mais horrendo e execrável que um indivíduo sentira, a ausência de sentido em sua lástima existência."“

—  Maria Eduarda Eskildsen

Publicidade