„"Conjecturo que há muito tempo, a melancolia habita o meu ser. Posteriormente, com minhas experiências insatisfátorias, acabou-se por despertar este hórrido sentimento. A melancolia está há um tempo duradouro caminhando comigo, que tornou-se parte de mim. Não a vejo mais como um distúrbio mental ou uma psicose maníaco-depressiva. A melancolia sou eu."“

—  Maria Eduarda Eskildsen

Publicidade