„(...) Ângela é doida. Mas tem uma lógica matemática na sua doidice aparente. E se diverte muito a escandalosa. Aguça-se demais e depois não sabe o que fazer de si. Que se dane. Entre o "sim" e o "não" só há um caminho. Escolher. Ângela escolheu "sim". Ela é tão livre que um dia será presa. "Presa por quê?" "Por excesso de liberdade." "Mas essa liberdade é inocente?" "É." "Até mesmo ingênua." "Então por que a prisão?" "Porque a liberdade ofende.“

—  Clarice Lispector, ...)In: Um Sopro de Vida: (Pulsações),8a. ed. Editora Nova Fronteira, 1978,
Publicidade

Citações relacionadas

Mahátma Gándhí photo
Agostinho da Silva photo
Publicidade
Liev Tolstói photo
Milton Friedman photo
Clarice Lispector photo
Jorge Amado photo
Clarice Lispector photo
Theodor W. Adorno photo
André Gide photo
Miguel de Unamuno photo
Nelson Mandela photo