„(...) E era bom. "Não entender" era tão vasto que ultrapassava qualquer entender - entender era sempre limitado. Mas não entender não tinha fronteiras e levava ao infinito, ao Deus. Não era um não entender como um espírito. O bom era ter inteligência e não entender. Era uma benção como a de ter loucura sem ser doida. Era um desinteresse manso em relação às coisas ditas do intelecto, uma doçura de estupidez. (...) Clarice Lispector, in: Uma aprendizagem ou O Livro dos Prazeres, 8a. ed, RJ: Editora Nova Fronteira, 1980,“

— Clarice Lispector

Publicidade

Citações relacionadas

José Saramago foto
Carlos Ruiz Zafón foto
Publicidade
Marie Curie foto

„Na vida, não existe nada a temer, mas a entender“

— Marie Curie química e física polonesa naturalizada primeiro russa, e, em seguida, francesa 1867 - 1934

Nélson Rodrigues foto
Paulo Freire foto
Publicidade
William Shakespeare foto
 Aristoteles foto
Publicidade
Khalil Gibran foto
Daisaku Ikeda foto
 Salazar foto
Marqués de Sade foto
Próximo