Frases de Karl Marx página 3


„A religião é o suspiro da criatura aflita, o estado de ânimo de um mundo sem coração, porque é o espírito da situação sem espírito. A religião é o ópio do povo.“

„Os homens fazem sua própria história, mas não a fazem como querem... A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos.“


„Não é a história que usa o homem para realizar os seus fins, ao contrário, ela nada mais é do que a atividade do homem que persegue seus fins.“

„O movimento proletário é o movimento autônomo da imensa maioria no interesse da imensa maioria.“

„As idéias nada podem realizar. Para realizar as idéias são necessários homens que ponham a funcionar uma força prática.“

„O estabelecimento de um dia de trabalho normal é o resultado de séculos de luta entre o capitalista e o operário.“

„O trabalho não é a satisfação de uma necessidade, mas apenas um meio para satisfazer outras necessidades.“

„O aumento dos salários não é nada mais do que o pagamento de salários melhores a escravos, e não conquista para o operário seu destino e sua dignidade humana.“


„A melhor forma de Estado é aquela em que os antagonismos entram abertamente e encontram sua solução.“

„Os homens fazem a sua própria história, mas não a fazem como querem, não a fazem sob circunstâncias de sua escolha e sim sob aquelas com que se defrontam diretamente, legadas e transmitidas pelo passado.“

„O sofrimento religioso é ao mesmo tempo a expressão do sofrimento verdadeiro e um protesto contra o sofrimento real. A religião é o suspiro da criatura aflita, o coração de um mundo sem coração, é o espírito da situação sem espírito. A religião é o ópio do povo. A abolição da religião como felicidade ilusória é o que falta para sua verdadeira felicidade. Pedir para que descartem as ilusões sobre sua situação é pedir para que descartem a própria situação que necessita de ilusões. A crítica da religião, em seu âmago, a crítica desse vale de lágrimas da qual a religião é a auréola. Essa crítica retirou as flores imaginárias das correntes dos homens, não para que ele continue a usar essas correntes sem consolo ou fantasia, mas para que ele possa quebrar essas correntes e então colher a flor viva.“

„De cada um, de acordo com suas habilidades, a cada um, de acordo com suas necessidades.“


„O que é a riqueza, senão a totalidade das necessidades, capacidades, prazeres, potencialidades produtoras, etc., dos indivíduos, adquirida no intercâmbio universal? O que é, senão o pleno desenvolvimento do controle humano sobre as forças naturais – tanto as suas próprias quanto as da chamada ‘natureza’? o que é, senão a plena elaboração de suas faculdades criadoras, sem outros pressupostos salvo o desenvolvimento histórico precedente que faz da totalidade deste desenvolvimento – isto é, o desenvolvimento de todos os poderes humanos em si, não medidos por qualquer padrão previamente estabelecido – um fim em si mesmo? O que é a riqueza, senão uma situação em que o homem não se reproduz a si mesmo numa forma determinada, limitada, mas sim em sua totalidade, se desvencilhando do passado e se integrando no movimento absoluto do devir?“

„Na manufatura e no artesanato, o trabalhador utiliza a ferramenta; na fábrica, ele é um servo da máquina.“

„A história da sociedade até aos nossos dias é a história da luta de classes.“

„Os operários não têm pátria.“

Autores parecidos