Citações de Enéas Carneiro

Enéas Carneiro foto

17   219

Enéas Carneiro

Data de nascimento: 5. Novembro 1938
Data de falecimento: 6. Maio 2007

Enéas Ferreira Carneiro foi um médico cardiologista e político brasileiro. Como político, fundou o extinto Partido de Reedificação da Ordem Nacional, o PRONA.

Após se candidatar três vezes à Presidência da República , e uma vez à prefeitura de São Paulo , em 2002, foi eleito Deputado Federal pelo estado de São Paulo, recebendo votação recorde: mais de 1,57 milhão de votos, a maior votação já registrada no país. Tornou-se muito famoso em todo o Brasil a partir de 1989 , por seu bordão "Meu nome é Enéas!", usado sempre ao término de seus pronunciamentos no horário eleitoral gratuito brasileiro.

Citações Enéas Carneiro


„Miasmas pútridos emanam no Congresso em Brasília, contaminando o ar da metrópole. Mas o meu nome não exala odor mefítico, porque não chafurda no pântano da ignomínia“

„Uma palavra só: nacionalista. Nós defendemos a iniciativa privada, queremos dar um empurrão gigantesco na indústria nacional. Precisamos que o nosso industrial possa sobreviver e não se transformar, pouco a pouco, em revendedor de produto estrangeiro. "Quero que o nosso agricultor possa produzir, e não, como agora, a gente tendo de importar feijão". O velho conceito da esquerda está acabado. Mas também o que está aí à direita, que hoje está assimilada ao modelo neoliberal especulativo, não queremos mesmo. Por isso, não há como definir esse novo modelo: somos nacionalistas, defendemos a iniciativa privada, o industrial, a agricultura, todo mundo que quiser produzir.“


„Nós somos na verdade, perdoe-me o senhor, perdoem-me os tele-spectadores e os colegas que estão participando: nós somos uma colônia gigantesca!“

„A greve é um direito inalienável de um trabalhador. Eu nunca disse o contrário. Está no manifesto do meu partido. Isso é uma coisa. Outra coisa é viver disso, é fazer disso profissão de fé. Outra coisa é não ter feito nada além disso, na vida. Como, aliás, o jornal do senhor escreve sobre mim - não sei quem, não me lembro, que eu não gravo o nome dos senhores -; disse que a biografia do senhor candidato do PT era melhor que a minha. Mostre-me o currículo do candidato do PT, mostre-me o que ele fez ao longo da vida.“